InícioEditorialStellantis anuncia produção de carros elétricos e híbridos no Brasil em 2024

Stellantis anuncia produção de carros elétricos e híbridos no Brasil em 2024

A Stellantis, dona de marcas como Fiat, Citroën, Peugeot e Jeep, planeja produzir e vender carros elétricos e híbridos no Brasil em 2024. Para isso, a companhia desenvolve três modelos híbridos de motopropulsão e um 100% elétrico. O desenvolvimento dessas tecnologias faz parte do projeto de descarbonização do grupo. O objetivo, assim como a meta global, é de reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 50% até 2030 e neutralizar 100% das emissões até 2038. As primeiras marcas a lançar carros desta linha na empresa devem ser a Fiat e o Jeep. Ambas têm o maior volume de vendas. O presidente da Stellantis para América do Sul, Antonio Filosa, disse que todas as marcas do grupo terão modelos elétricos ou híbridos a partir do ano que vem no país. Os primeiros modelos a serem lançados ainda estão em fase de definição. O executivo também comentou que os carros híbridos e 100% elétricos terão posicionamentos de preços diferentes. A expectativa é de que as marcas Fiat e Citroën apresentem modelos com preços mais acessíveis. A companhia pretende ter 60% das vendas de veículos híbridos até 2030.

*Com informações do comentarista de business Bruno Meyer.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Atletas olímpicos “convocam” a população para votar nas Eleições 2024

No ano em que o mundo voltará os olhos para os Jogos Olímpicos de...

Caixa deve discutir mudança em operação das Loterias na 2ª

Medida preocupa funcionários e causou reação de entidades representativas, que prepararam carta ao Conselho...

Conheça história do Hino Nacional, cujo dia é celebrado neste sábado

Neste sábado (13/4), o Brasil celebra o dia do Hino Nacional Brasileiro. A escolha...

Ódio de Lira a Padilha é “veneno”, diz Renan Calheiros

Senador afirma que insatisfação é “resultante do próprio erro” do deputado, que chamou o...

Mais para você