InícioNotíciasPolíticaSTF forma maioria para tornar réus mais 250 acusados de ato golpista

STF forma maioria para tornar réus mais 250 acusados de ato golpista

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes votou, neste domingo (7/5) para tornar réus mais 250 acusados do ato golpista de 8 de janeiro de 2023. Com isso, a Corte formou maioria para o recebimento do conjunto de denúncias contra este grupo. O placar contra os acusados está em 6 a 1, com apenas o voto divergente, do ministro André Mendonça, que rejeitou a denúncia contra 200 acusados.

O primeiro a acompanhar o voto do relator, ministro Alexandre de Moraes, foi Dias Toffoli, seguido por Cármen Lúcia, Rosa Weber, Edson Fachin e agora Gilmar Mendes. Ainda faltam os votos dos ministros Luis Roberto Barroso, Luiz Fux e Kássio Nunes Marques.

No julgamento, os magistrados deverão analisar caso a caso de cada acusado pelos atos antidemocráticos, apresentando um voto para cada denúncia e devem também apontar também se há ou não indícios de crimes. Vale destacar que os atos antidemocráticos causaram um prejuízo calculado em R$ 26,2 milhões.

EtapasAcusados

200 denúncias contra incitadores e autores dos atos antiodemocráticos;50 denúncias contra executores do vandalismo.Associação criminosa armada;Abolição violenta do Estado Democrático de Direito;Golpe de Estado;Dano qualificado pela violência e grave ameaça com emprego de substância inflamável contra o patrimônio da União e com considerável prejuízo para a vítima;Deterioração de patrimônio tombado.Print-bolsonaristas-invadem-stf

Bolsonaristas invadiram o prédio do Supremo Tribunal Federal (STF) na tarde de 8 de janeiro

Foto-bolsonaristas-invadindo-stf

Pouco antes, os manifestantes haviam invadido Congresso Nacional e Palácio do Planalto

Foto-bolsonaistas-invadem-stf

Bolsonaristas entram no Supremo Tribunal Federal

apoiadores do ex presidente jair bolsonaro patriotas invadem STF para protestar contra o resultado das urnas 4

apoiadores do ex presidente jair bolsonaro patriotas invadem STF para protestar contra o resultado das urnas 3

Dentro do prédio, golpistas depredaram patrimônio público

apoiadores do ex presidente jair bolsonaro patriotas invadem STF para protestar contra o resultado das urnas 2

Extremistas deixaram local totalmente destruído

apoiadores do ex presidente jair bolsonaro patriotas invadem STF para protestar contra o resultado das urnas 1

stf-invasao

Invasão do STF em 8 de janeiro

Bolsonaristas invadem STF_008_Superior Tribunal Federal

Imagens mostram depredação no STFMetrópoles

Bolsonaristas invadem STF_001_Superior Tribunal Federal

Bolsonaristas no STF

Bolsonaristas invadem STF_002_Superior Tribunal Federal

Bolsonaristas ocupam e depredam plenário do Supremo Tribunal Federal

Bolsonaristas invadem STF_003_Superior Tribunal Federal

Policiais reagiram com bombas de gás lacrimogênio

Bolsonaristas invadem STF_004_Superior Tribunal Federal

Portas e janelas de vidro foram quebradas nas casas dos três poderes: Executivo, Lesgislativo e Judiciário

Bolsonaristas invadem STF_005_Superior Tribunal Federal

Clima é de tensão

Bolsonaristas invadem STF_006_Superior Tribunal Federal

Bolsonaristas invadem STF_007_Superior Tribunal Federal

Bolsonaristas invadem e depredam STF

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

EUA dizem que manterão apoio a Israel após ataque a refugiados

Casa Branca afirma que o país vai aguardar investigação israelense sobre bombardeio que matou...

Saidinhas: 3 candidatos à sucessão de Lira votaram contra veto de Lula

Apesar do forte apelo do governo, apenas dois dos seis principais pré-candidatos à sucessão...

Funcionário flagrado com diretor em camarim do SBT é comprometido

O alvoroço causado nos corredores do SBT por conta de uma aventura sexual entre...

Saiba quem era Arthur Virgílio Bisneto, ex-deputado federal morto aos 44 anos

O ex-deputado federal Arthur Virgílio Bisneto (PL) morreu nesta terça-feira (28), aos 44 anos, em Manaus. Filho...

Mais para você