InícioEntretenimentoCelebridadeUm veículo abandonado foi removido a cada oito horas em 2023 no...

Um veículo abandonado foi removido a cada oito horas em 2023 no DF

As equipes do DF Livre de Carcaças 2023 retirou pelo menos três veículos abandonados por dia das ruas do Distrito Federal nas 104 operações realizadas no ano.

Esse dado equivale a praticamente um veículo retirado a cada oito horas. Foram 1.132 remoções feitas em 2023, entre março e dezembro, e quase todas as regiões administrativas foram atendidas.

A iniciativa faz parte do primeiro eixo do programa DF Mais Seguro – Segurança Integral, que planeja e prioriza projetos, ações e serviços que abordam questões relacionadas a desordens, medo e insegurança de maneira abrangente.

A remoção de veículos visa eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, zika e chikungunya, além de contribuir para a sensação de segurança da população.

A maneira como a operação age foi modificada para fortalecê-la, tornando-a assim mais eficaz. “As equipes passaram a ficar por um período maior em cada região, podendo retirar uma quantidade maior de veículos abandonados e carcaças”, ressalta o secretário de Segurança do DF, Sandro Avelar.

“Aumentamos de forma exponencial o total em um ano, saltando de 259 em 2022, para 1132 neste ano. Aproveito para agradecer e parabenizar a todos os envolvidos na operação, que permaneceu com resultados tão positivos devido ao comprometimento de cada um”, completa.

Em 2020, quando a operação foi criada, foram recolhidas 448 carcaças. Em 2021 o total chegou a 306.

As equipes, coordenadas pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF), incluem as administrações regionais, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), o Departamento de Trânsito (Detran-DF), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF), a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e as secretarias DF Legal e de Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival).

Subsecretaria de Políticas Públicas

Criada pela SSP-DF, a Subsecretaria de Políticas Públicas tem como um dos objetivos identificar desordens, como carros abandonados, mato alto e falta de iluminação, fatores que influenciam diretamente na prevenção criminal e na sensação de segurança. Essa subsecretaria também lida com políticas públicas de segurança.

O trabalho de identificação de desordens conta com o apoio das administrações regionais, conselhos de segurança e informações enviadas pela população por meio da Ouvidoria do Governo do Distrito Federal, como explica o subsecretário de Políticas Públicas, Jasiel Fernandes.

“Essa aproximação da população por meio dos conselhos de segurança é essencial. Além disso, temos feito um trabalho muito próximo junto às administrações regionais antes de iniciarmos a operação na região. Assim é possível somarmos esforços e garantir melhor resultado da ação”, conta.

Participe

Foi criado um novo canal, o [email protected], para facilitar o envio de informações pela população sobre veículos abandonados. Detalhes como endereço, ponto de referência e fotos são solicitados para facilitar a localização dos veículos.

Além dos canais já mencionados, as informações podem ser enviadas pelo site Participa DF , pelo número 162 e diretamente nas administrações regionais.

*Informações da Ascom da SSP-DF

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Bivar tenta adiar eleição para a presidência do União Brasil

Atual presidente quer se manter no cargo, mas tem pouco apoio interno; político quer...

Conselho do Atlético-MG Aprova Aporte Significativo de R$ 200 Milhões

Foto:Pixabay O Conselho Deliberativo do Atlético-MG deu o sinal verde para um aporte financeiro substancial...

Inscrições para o concurso da Caixa começam nesta quinta-feira (29/2)

Rafa Neddermeyer/Agência Brasil 1 de 1 Foto colorida de Prédio da Caixa Econômica Federal,...

Teste identifica risco de câncer no esôfago anos antes dos sintomas

O câncer de esôfago é diagnosticado em 11 mil pessoas a cada ano no...

Mais para você