InícioEditorialPolítica Nacional‘Vai durar um mês’, comenta Lula sobre período do programa de desconto...

‘Vai durar um mês’, comenta Lula sobre período do programa de desconto para carros populares

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) estreou o programa “Conversa com o presidente” na manhã desta terça-feira. A live semanal foi transmitida em todas as redes sociais do petista e do governo. A ideia de uma transmissão ao vivo periódica é uma espécie de reedição das lives feitas pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, que tinha o hábito de se comunicar diretamente com apoiadores às quintas-feiras. No formato que tenta simular um bate-papo informal, conduzido pelo jornalista Marcos Uchôa, Lula falou sobre o programa de desconto para carros populares. A iniciativa, que traz descontos ao consumidor, foi desenhada pelo Ministério do Desenvolvimento, em parceria com o Ministério da Fazenda e destina R$ 1,5 bilhão para duas frentes, sendo R$ 500 milhões para os automóveis de passeio e R$ 1 bilhão para a troca de ônibus e caminhões. “Então veja, reduzimos um pouco o preço do carro. Você viu, eu estava vendo uma notícia hoje que, já vai durar um mês e vai acabar o programa”, comentou o presidente.

Lula fez referência a uma estimativa divulgada pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). A expectativa da representante das montadoras é de que a iniciativa, que passou a valer na semana passada, não deve durar mais de um mês pois, quando os recursos disponíveis se esgotarem (R$ 1,5 bilhão), o programa acaba. Serão contemplados veículos com valor de mercado até R$ 120 mil, resultando em descontos que vão de R$ 2 mil a R$ 8 mil para os carros novos. Poderá haver ainda outros descontos, a critério exclusivo de montadoras e concessionárias. O comentário do presidente a respeito do programa de incentivo à compra de carros populares foi dado juntamente com a divulgação do programa do governo de renegociação de dívidas.

“Estamos preocupados em encontrar uma saída para 72 milhões de brasileiros e brasileiras que devem alguma coisa, que estão com o nome no Serasa. Queremos ajudar essa gente, por isso estamos com um programa chamado Desenrola, porque queremos desenrolar! Prometemos durante a campanha e vamos garantir para o povo. Encontrar um jeito de limpar o nome da pessoa para ela voltar à normalidade”, prometeu. No fim, o “Conversa com o Presidente” contou com uma estreia tímida e chegou a obter um pico de 6 mil pessoas simultâneas na conta do YouTube presidencial. Ao final da transmissão, a conversa tinha sido vista por 12 mil usuários da plataforma de vídeos. Audiência bastante inferior às centenas de milhares de visualizações simultâneas que Bolsonaro já chegou a obter em suas lives.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Holocausto “não pode ser comparado a nada”, diz chanceler alemã

Annalena Baerbock está no Brasil para o encontro de ministros do G20 e foi...

Grupo que matou jovem fez outra vítima com “mesmo modus operandi”

Os envolvidos na morte do vendedor Matheus Silva Cruz (foto em destaque), 23 anos,...

Rio de Janeiro decreta epidemia de dengue

O Estado do Rio de Janeiro decretou nesta quarta-feira, 21, epidemia de dengue em...

Tudo acordado com o Executivo sobre emendas foi sancionado, diz Haddad

“Isso foi reconhecido pelo próprio Arthur Lira”, afirma o ministro da Fazenda em relação...

Mais para você