InícioEditorialPolítica NacionalYanomamis rendem garimpeiros e os entregam à Força Nacional

Yanomamis rendem garimpeiros e os entregam à Força Nacional

Indígenas dizem que a ação foi motivada pela contaminação da água por mercúrio depois da atividade ilegal

Garimpeiros ilegais capturados por yanomamis sendo entregues à Força Nacional Reprodução/Instagram – 23.abr.2024

PODER360 24.abr.2024 (quarta-feira) – 22h13

Indígenas renderam e capturaram 12 garimpeiros na Terra Indígena Yanomami, em Roraima, na 3ª feira (23.abr.2024). O grupo foi levado até a base da Força Nacional. Segundo a Urihi Associação Yanomami, os indígenas disseram que a ação foi motivada pela contaminação da água por mercúrio devido à atividade ilegal.

“A morosidade da extrusão de garimpeiros nas regiões mais isoladas do território, tem sujeitado suas comunidades à violência de criminosos, com especial impacto sobre os seus meios de sustentabilidade”, declarou a organização em nota.

A Urihi também criticou a ação do governo para combater o garimpo ilegal nas terras indígenas. “Realizar operações apenas para destruir materiais e máquinas, tornam-se inefetivas se não acompanhadas de monitoramento e estratégias específicas nos pontos de entrada do território”.

Assista (1min29s):

O Poder360 procurou o Ministério dos Povos Indígenas para saber quais iniciativas foram adotadas depois da ação dos yanomamis, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem. O espaço segue aberto.

Leia a íntegra da nota da Urini:

“Os Yanomami escoltam os invasores até o local onde a Força Nacional está instalada, e relatam que fizeram isso pelo fato de que estavam presenciando o seu único meio de consumir água ser contaminado por mercúrio, em razão da presença dos garimpeiros na localidade.

“A morosidade da extrusão de garimpeiros nas regiões mais isoladas do território, tem sujeitado suas comunidades à violência de criminosos, com especial impacto sobre os seus meios de sustentabilidade.

“É preciso salientar, todavia, que realizar operações apenas para destruir materiais e máquinas, tornam-se inefetivas se não acompanhadas de monitoramento e estratégias especificas nos pontos de entrada do território.

“A Urihi Associação Yanomami, informou imediatamente aos órgãos federativos, e aguarda um breve retorno sobre a retirada imediata dos invasores da localidade.”

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Na presidência do G20, Brasil quer menos burocracia nos fundos verdes

A desburocratização do acesso aos quatro principais fundos internacionais voltados para o financiamento de...

Companhias aéreas anunciam voos em Canoas como alternativa a Porto Alegre

As companhias aéreas Azul e Latam anunciaram a oferta de voos com origem ou...

Moro brinca e diz que “boatos sobre cassação foram exagerados”

Senador e ex-juiz parafraseia Mark Twain e celebra “julgamento unânime, técnico e independente” em...

Mais para você