Índios bloqueiam BR-101 em protesto por segurança

Itabela 0 Cerca de mil índios pataxós de 20 aldeias bloqueiam a BR-101, próximo ao Monte Pascoal, em Itabela, no extremo sul da Bahia, nesta terça-feira (10). A manifestação gera engarrafamento de cerca de 5 km nos dois sentidos da via, onde são queimados palha e pedaços de madeira.

Eles pedem mais segurança nas aldeias e a aceleração no processo de demarcação das terras indígenas de Barra Velha e das aldeias de Cai e Pequi, atualmente em trâmite no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília.

A viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF), responsável pelo patrulhamento da rodovia, chegou ao local da manifestação por volta das 11h. Um veículo da Polícia Militar também esteve presente, mas os índios se recusam a deixar a pista.

PEC – Os indígenas protestam ainda contra a aprovação, ocorrida na semana passada, da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 215, por parte da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados.

A PEC 215 transfere ao Congresso Nacional a competência de demarcação de terras indígenas, unidades de conservação e terras
quilombolas. Para os índios, a retirada do Executivo é prejudicial.

Segundo o cacique Urubaiá, da Aldeia Velha, localizada em Arraial d’Ajuda, distrito de Porto Seguro, uma comissão de quatro índios está em Brasília nesta terça para tentar conseguir avanços nas reivindicações.

“Só vamos sair quando tivermos uma resposta das lideranças sobre o que foi definido por lá”, disse o cacique, que reclama da violência nas aldeias gerada, segundo ele, pelo tráfico de drogas, “introduzido na aldeia pelo homem branco”.

“Eu mesmo fui vítima da violência recentemente. Há seis meses mataram uma filha minha, Liliane, de 22 anos”, contou ele, informando que a suposta assassina, de prenome Marilu, está foragida. O crime teria ocorrido por ciúmes – Liliane era casada com um ex-namorado de Marilu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *