Feira de Santana: Estuprador de afilhada ficará no presídio

Denunciado pela afilhada de 9 anos de idade, por crime de estupro, o operador de máquina Helton Pinheiro Maciel, 31, foi conduzido para o Presídio Regional de Feira de Santana, na manhã desta terça-feira (23). O mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Criminal, foi cumprido, na tarde de segunda-feira (22), quando ele se apresentou na Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), acompanhado de um advogado. Sobrinha da mulher de Helton, a menina vinha sendo abusada há dois anos, em sua residência, no bairro Panorama II, em Feira.

DAI - Helton Maciel - 23.07.2013

Traumatizada pela violência sexual, a garota passou a ter desmaios, vômitos e outras reações físicas, quando percebia que ficaria a sós com o agressor, ou depois de ser violentada. “Por diversas vezes, ela foi levada para o hospital, mas os médicos não conseguiam diagnosticar nenhum problema físico, até serem informados sobre o abuso, constatando que a reação era psicológica”, apurou a delegada titular da DAI/Feira, delegada Patrícia Brito, ao ouvir a mãe da vítima, que formalizou a queixa contra o cunhado, na unidade policial.

Ao completar nove anos, a afilhada decidiu denunciar o padrinho, detalhando para a mãe o crime do qual era vítima, desde os sete anos de idade. Com livre acesso à residência da família, o operador de máquinas se oferecia para cuidar da menina quando os pais estavam ausentes. O abuso acontecia em uma cadeira de balanço, com a criança sobre o seu colo.

Natural de Pernambuco, Helton desligou-se da empresa onde trabalhava e fugiu para a cidade de Irecê, ao saber que fora denunciado. No retorno a Feira de Santana, soube que era procurado pela polícia, e apresentou-se na DAI. A delegada Patrícia Brito o indiciou em inquérito policial por estupro de vulnerável, encaminhando o criminoso para o sistema prisional.

A menina foi submetida a exames periciais no Departamento de Polícia Técnica (DPT), e vem tendo acompanhamento psicológico. Denúncias sobre abuso sexual de crianças e adolescentes na região de Feira de Santana devem ser encaminhadas para a DAI, através do telefone (75) 3223-8507.      

          

Por | Ascom/PC

Deixe seu comentário