Itamaraju: Coligações cumprem suas agendas semanais defendendo o desenvolvimento

Em mais uma semana de reuniões das coligações, muitos bairros foram visitados e propostas foram apresentadas aos moradores pelos candidatos a prefeito e legislativo do município de Itamaraju e região.

No município de Itamaraju uma briga política é travada por duas coligações, uma ligada pelo PT da coligação (Eu amo Itamaraju) e outra pelo atual prefeito Manoel Pedro do PSD da coligação (força do trabalho), que iniciou sua agenda pelo bairro BNH e onde esteve na noite da última sexta-feira (31), no bairro primavera.  Já o candidato petista Dalvadisio Lima, iniciou na terça-feira sua agenda com uma caminhada pelo bairro Corujão e na última sexta-feira esteve visitando o bairro Canaã.  Onde  seguiu sua estratégia política mostrando suas propostas.

O atual gestor Pedro da Campineira concentrou sua comitiva no bairro Primavera seguido pelo seu vice Luiz Mario, juntamente com figuras públicas como Marizete Carletto, o ex-prefeito Orlandino da Paixão, médico Rômulo Vieira dentre outros figuras, que fizeram presentes na caminhada eleitoral.

A imprensa local e a sociedade abordaram durante todo o sábado (01), sobre a caminhada do dia anterior, onde foram agraciados com as proposta dos candidatos. Ambos os lados defendem um governo de novos tempos, onde empresas farão parte do cotidiano itamarajuense, contribuindo para o desenvolvimento e progresso do município.

No bairro Primavera o atual gestor e candidato a reeleição em palavras de muita alegria, lembrou das benfeitorias criadas e vividas naquele bairro, onde foi possível implantar saneamento básico e pavimentação, oferecendo assim qualidade de vida aos moradores daquela localidade. Memorando ainda bairros como Jaqueira que também viveu o desenvolvimento nos últimos 2 anos sobre a administração de Manoel Pedro, garantindo melhorias.

Já o candidato Dalvadisio Lima, juntamente com o seu vice Elan Wagner e os candidatos ao legislativo, cumpriram sua agenda semanal citando as condições de alguns órgãos públicos e defendendo um novo governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *