InícioEditorialPolítica Nacional58% das empresas têm preocupação com fraudes, diz Serasa

58% das empresas têm preocupação com fraudes, diz Serasa

Segundo levantamento, o percentual impactou as prioridades de investimentos dos empresários em 2024

O levantamento indica que a prioridade dos investimentos em ações de prevenção de fraude subiu para a 3ª posição em 2024 Ashutosh Pandey (md)

PODER360 7.mai.2024 (terça-feira) – 6h30

Levantamento realizado pela Serasa Experian indica que 58% das empresas têm preocupação com fraudes. Esse percentual sobe para 68% entre as grandes empresas, que dizem estar investindo em medidas de prevenção contra criminosos. 

Eis a íntegra do estudo (PDF – 63kB), obtido com exclusividade pelo Poder360.

Em relação às tentativas de fraudes, as empresas demonstraram preocupação com:

vazamento de dados de clientes: 49%; perdas financeiras: 48%; vazamento de dados próprios: 39%; inadimplência: 35%; roubo de informações estratégicas: 34%; fraude de identidade: 28%; perda de mercadorias: 16%. Para se prevenirem das fraudes, a pesquisa informou que as empresas consideram as camadas essenciais:

Para o diretor de prevenção e autenticação à fraude da Serasa Experian, Caio Rocha, as empresas devem reconhecer a importância de se tornarem mais conscientes sobre fraudes e a proteção em camadas é fundamental para mitigar os riscos e assegurar a segurança das operações e dos clientes.

“Investir em estratégias robustas de prevenção e detecção é essencial para a sustentabilidade e a confiança das organizações”, disse.

INVESTIMENTOS A preocupação também influenciou a previsão orçamentária das empresas nos últimos 12 meses. O levantamento indica que a prioridade dos investimentos em ações de prevenção de fraude subiu do 5º lugar, em 2023, para a 3ª posição em 2024. 

Metodologia Foram entrevistadas 331 pessoas jurídicas, considerando diversos setores como comércio, serviços e indústria, bem como empresas que atuam tanto no mercado B2B (venda/serviço de empresa para empresa) quanto no B2C (de empresa para o consumidor direto). A pesquisa foi aplicada via painel on-line em novembro de 2023, das quais 49% são da região Sudeste, 20% da Nordeste, 16% da Sul, 9% da Centro-Oeste e 6% da Norte.

Do total de empresas respondentes, 71% são “privadas e nacionais”, 16% “privadas e multinacionais” e 13% “estatais”. Em relação ao segmento das companhias, 60% são de “serviços”, 18% de “comércio varejista”, 5% de “comércio atacadista” e 5% de “outros”. O porte das empresas se dividiu em “micro” (37%), “pequena” (21%), “grande” (16%), “acima de 1.000” (15%) e “média” (12%).

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Mais para você