InícioEditorialPolítica NacionalArthur Lira garante que CPI do MST será instalada nesta semana

Arthur Lira garante que CPI do MST será instalada nesta semana

Durante encontro da Frente Parlamentar da Agropecuária, governadores de quatro Estados pediram respeito à propriedade privada

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Presidente da Câmara dos Deputados deverá fazer a leitura para instalação da Comissão ainda nesta semana

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), garantiu que a CPI do MST será instalada ainda nesta semana. Em encontro da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), governadores de quatro Estados, incluindo Goiás, Mato Grosso, Rondônia e Paraná, vieram até Brasília para cobrar respeito à propriedade privada para que o setor continue se desenvolvendo. Os chefes dos Executivos Estaduais foram convidados pelo presidente da FPA, deputado Pedro Lupion (PP-PR), que reforçou a necessidade de investigar os financiadores do movimento. “Foi uma iniciativa do presidente Arthur Lira divulgar à imprensa que ele fará a leitura para instalação de CPIs: a CPI das invasões, da Americanas e dos jogos e apostas. Óbvio que a frente parlamentar estará à frente nisso. Vamos influenciar na escolha dos membros, vamos colocar nosso pessoal lá dentro. Nosso objetivo principal é conseguir descobrir da onde está saindo o financiamento e a ordem desses movimentos organizados”, afirmou o deputado.

Um levantamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária mostra que de janeiro até agora foram registradas 33 ocupações, número que supera o total de ações em cada um dos últimos 5 anos. A maioria das invasões já foi desmobilizada após negociações. O MST intensificou o número de ações neste mês de abril, reivindicando o comando de superintendências do Incra em troca do apoio na eleição do presidente Lula (PT). O ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, disse que as últimas invasões registradas, inclusive em propriedade da Embrapa, estressou demais a relação com o governo, que já estava com um plano de reforma agrária na mesa de Lula. O plano só deverá ser analisado em maio caso o MST cumpra o acordo de descoupar áreas invadidas.

*Com informações da repórter Berenice Leite

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Governador liga para Lewandowski após ataques com mortes no Ceará

Elmano de Freitas (PT) diz não descartar pedir apoio do governo Lula para reforçar...

Venda agressiva e Gusttavo Lima na propaganda: o que é a Gav Resorts

Com vendedores gravados fazendo promessas “estratosféricas” de investimentos e turistas reclamando de abordagens predatórias,...

2 ministros não reconhecem ligação de Jefferson com 8 de Janeiro

Para Nunes Marques e André Mendonça, ofensas do ex-deputado descritas por Moraes não o...

Gilmar Mendes encerra ação sobre Odebrecht contra Aloysio Nunes

O ministro Gilmar Mendes, do STF, determinou o trancamento de uma ação de improbidade...

Mais para você