InícioEditorialPolítica NacionalCaixa deve discutir mudança em operação das Loterias na 2ª

Caixa deve discutir mudança em operação das Loterias na 2ª

Medida preocupa funcionários e causou reação de entidades representativas, que prepararam carta ao Conselho de Administração do banco

Em 2023, as Loterias Caixa investiram R$ 9,2 bilhões em áreas sociais; na imagem, unidade lotérica do banco Tânia Rêgo/Agência Brasil – 12.mai.2020

Houldine Nascimento 12.abr.2024 (sexta-feira) – 20h25

O Conselho de Administração da Caixa Econômica Federal deve discutir na 2ª feira (15.abr.2024) uma possível mudança relacionada às operações lotéricas, que podem passar para uma subsidiária. O Poder360 apurou que o assunto está na pauta para votação.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não tem interesse em se desfazer do patrimônio público, mas há um receio de funcionários de que a alteração possa facilitar a venda em um governo liberal, já que é permitido que subsidiárias de estatais sejam privatizadas sem aval do Congresso.

Com isso, entidades que representam os empregados da Caixa assinaram, em conjunto, uma carta contra a transferência das Loterias da Caixa para a subsidiária Caixa Loterias. O documento foi direcionado a Rogério Ceron, presidente do conselho e secretário do Tesouro Nacional, e aos demais integrantes do colegiado –ao todo, composto por 8 nomes. Eis a íntegra (PDF – 200 kB) do documento.

“A Caixa Econômica Federal é mais do que um banco: é uma instituição que desempenha um papel crucial no desenvolvimento social e econômico do Brasil, facilitando o acesso à moradia, ao crédito, à educação, e contribuindo significativamente para a redução das desigualdades sociais em nosso país”, diz um trecho da carta.

O documento também afirma que a “transferência das operações das Loterias para uma subsidiária pode comprometer a gestão” de recursos destinados ao social.

CRÍTICAS À MUDANÇA O Poder360 mostrou que funcionários da Caixa questionaram a diretoria do banco sobre a chance de mudança. Também há a alegação de ter havido tentativas de mexer com a operação das lotéricas em administrações anteriores, sem sucesso.

A presidente da Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro da CUT), Juvandia Moreira, afirma que as Loterias “exercem um importante papel social”.

A sindicalista solicitou a abertura de diálogo entre o banco e a entidade. “Queremos que esta pauta seja suspensa e seja aberto o diálogo com o movimento sindical”, declarou.

Em 18 de março, a entidade encaminhou um ofício ao ministro da Fazenda, Fernando Haddad, dizendo ser contra a mudança relacionada às Loterias Caixa. No documento (íntegra – PDF – 112 kB), menciona os repasses sociais feitos a partir do que as lotéricas arrecadam e pediu que o chefe da equipe econômica intervenha na situação.

“Solicitamos à Vossa Excelência que o Conselho de Administração do banco reveja a proposta de criação da subsidiária e que as loterias continuem exercendo seu importante papel social [e que a medida] seja retirada da pauta”, escreveu.

INVESTIMENTO NO SOCIAL Em 2023, as Loterias Caixa investiram 39,2% de tudo o que foi arrecadado (R$ 23,4 bilhões). O valor aplicado na parte social foi de R$ 9,2 bilhões e o repasse se dá nas áreas de seguridade social, educação, segurança, cultura e esporte.

Os recursos destinados pelas Loterias Caixa à parte social cresceram 2% em 2023. O setor de seguridade recebeu 43% do valor total obtido no ano passado.

Já a área de segurança ficou com 26%. Leia abaixo o infográfico:

OUTRO LADO O Poder360 procurou a Caixa Econômica e o Ministério da Fazenda para saber se havia interesse em se pronunciar sobre o assunto. Em resposta, disseram que não comentariam o assunto.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Companhias aéreas anunciam voos em Canoas como alternativa a Porto Alegre

As companhias aéreas Azul e Latam anunciaram a oferta de voos com origem ou...

Moro brinca e diz que “boatos sobre cassação foram exagerados”

Senador e ex-juiz parafraseia Mark Twain e celebra “julgamento unânime, técnico e independente” em...

Após TSE absolver Moro, advogado do PL já fala em recurso ao STF

1 de 1 Senadores Sérgio Moro União-PR no senado federal - Metrópoles ...

Mais para você