InícioEditorialPolítica NacionalCâmara dos Deputados debate pena individualizada para presos do 8 de Janeiro

Câmara dos Deputados debate pena individualizada para presos do 8 de Janeiro

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados discute com familiares e advogados dos presos nos atos de 8 de Janeiro mecanismos para garantir a individualização das condutas em processos judicias. Para o órgão, é errado dizer que tenha havido tentativa de golpe no começo deste ano. Apenas a minoria dos manifestantes, segundo a comissão, participou dos atos de vandalismo no Congresso Nacional, no Supremo Tribunal Federal (STF) e no Palácio do Planalto. O evento foi organizado a pedido dos deputados Marcel van Hattem (Novo-RS) e Delegado Ramagem (PL-RJ). “O objetivo é jogar luzes sobre uma situação que muitos ouvem falar apenas pela imprensa”, disse o deputado federal Ubiraten Sanderson (PL-RS), presidente do colegiado.

A advogada e presidente da Associação dos Familiares e Vítimas de 8 de Janeiro, Gabriela Ritter, disse que as acusações são provas individuais. “A ordem foi essa: prendam, algemem e coloquem nos ônibus, sem distinção. Essas pessoas estão presas há sete meses sem individualização das condutas”, criticou Ritter, cujo pai é um dos detidos. Ela mostrou vídeos com trechos de depoimentos de interrogatórios de presos e testemunhas de acusação. “Não era vontade dessas pessoas. Pode ter pessoas que queriam algo assim, mas a grande maioria dos presos não almejava isso”, afirmou. Outros advogados e familiares ouvidos pela comissão também relataram problemas como dificuldade de acesso aos presos, morosidade na condução das investigações e descasos com os direitos dos detidos, como os que apresentam comorbidades, nos presídios da Papuda (masculino) e da Colmeia (feminino), em Brasília.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Mulher é presa por atacar jovem com soda cáustica por ciúme

A Polícia Militar do Paraná prendeu a suspeita de atacar a jovem Isabelly Aparecida...

Magda é a 12ª chefe da Petrobras desde o 1º mandato de Lula

Em média, comandantes da maior estatal do Brasil têm se segurado no cargo por...

As duas prefeituras de capital que o PT espera vencer em outubro

O PT espera vencer em duas capitais este ano, o que representaria um crescimento...

Inspetor da Civil pesquisou nome do pai de Marielle Franco, um mês antes de crime

Um relatório da Polícia Federal divulgado nesta sexta-feira (24) revelou novas informações sobre as...

Mais para você