InícioEditorialCaminhoneiros reclamam da espera para embarcar no ferry-boat: ‘Ninguém para dar suporte’

Caminhoneiros reclamam da espera para embarcar no ferry-boat: ‘Ninguém para dar suporte’

Os caminhoneiros e transportadores que precisavam viajar pelo ferry-boat nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (8), foram surpreendidos com a informação de que o embarque só iria ocorrer às 11h. Os profissionais que chegaram no local às 4h, 5h, permaneceram na região da Feira São Joaquim até a Internacional Travessias Salvador (ITS) autorizar o embarque.

Esse foi o caso de Robson Luiz, caminhoneiro há oito anos. Com um veículo cheio de iogurte – que precisava entregar toda a mercadoria hoje -, o condutor precisou deixar o carro ligado para a carga não estragar. Ele contou que foi junto com os colegas para conversar com a Agerba, mas nenhum funcionário deu suporte aos profissionais.

“Estou na fila ainda, desde 5h40 e alegaram que só vai ter um ferry-boat às 11h, que é o Zumbi dos Palmares. Não tem ninguém para dar um suporte, uma previsão, nem para dizer o que está acontecendo. É o dia a dia do ferry, tanto indo, quanto vindo”, disse. Robson terá que fazer as entregas em dois dias nas cidades de Itaparica, Mar Grande, Aratuba, Nazaré e Valença, o que vai gerar um custo maior para o bolso do transportador, que poderia ter finalizado tudo ainda nesta terça. 

(Foto: Arrison Marinho / CORREIO)

Murilo Carvalho, transportador há nove anos, que também estava na fila para embarcar, chegou no local às 5h com alimentos perecíveis no caminhão. Segundo ele, outros veículos pesados chegaram  e os motoristas se juntaram com os outros que estavam sofrendo com a demora. 

A Internacional Travessias Salvador emitiu um boletim explicando que a travessia de veículos pesados, no sentido terminal São Joaquim para Bom Despacho, está suspensa das “5h das sextas-feiras até às 15h dos sábados, como também das 5h de vésperas de feriados até às 5h do dia posterior ao seu retorno”.   

No entanto, ao CORREIO, informou que a situação estaria próximo à normalidade e  a travessia com caminhões que tem uma certa restrição, pode ocorrer a demora devido ao fluxo intenso, como ocorreu nesta terça-feira (8), mas os veículos estão embarcando aos poucos. Os ferries disponíveis para a operação são Zumbi dos Palmares, Rio Paraguaçu e Ivete Sangalo. 

Notificação da Agerba
A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) notificou, nesta segunda-feira (7), a Internacional Travessias Salvador, concessionária responsável pelo ferry-boat, após usuários reclamarem do não cumprimento de horário pelo sistema. 

A Agerba informou que está atuando para que a empresa que administra o sistema ferry-Boat retome a operação regular o mais breve possível. Nesta segunda, o ferry funcionou com três embarcações. Além das autuações, a empresa foi notificada pela agência para que se manifeste formalmente a respeito da retomada do serviço regular. Uma embarcação está em processo de vistoria obrigatória e as demais embarcações estão em manutenção preventiva ou corretiva.

A Internacional Travessias destacou que a situação do aumento da espera em alguns horários ocorreu por conta do fluxo de retorno do fim de semana, que foi ampliado pela suspensão de operação das lanchinhas, e também pelas condições adversas do clima.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Governador liga para Lewandowski após ataques com mortes no Ceará

Elmano de Freitas (PT) diz não descartar pedir apoio do governo Lula para reforçar...

Venda agressiva e Gusttavo Lima na propaganda: o que é a Gav Resorts

Com vendedores gravados fazendo promessas “estratosféricas” de investimentos e turistas reclamando de abordagens predatórias,...

2 ministros não reconhecem ligação de Jefferson com 8 de Janeiro

Para Nunes Marques e André Mendonça, ofensas do ex-deputado descritas por Moraes não o...

Gilmar Mendes encerra ação sobre Odebrecht contra Aloysio Nunes

O ministro Gilmar Mendes, do STF, determinou o trancamento de uma ação de improbidade...

Mais para você