InícioEditorialComo candidatos podem estabelecer uma pretensão salarial adequada

Como candidatos podem estabelecer uma pretensão salarial adequada

É cada vez mais comum que recrutadores peçam para que os candidatos indiquem o valor do salário que planejam receber, o que nem sempre é uma tarefa fácil para quem está em busca de trabalho. Um valor elevado pode fazer com que se perca a vaga, enquanto um valor baixo pode levar a empresa a ter uma imagem distorcida do candidato ou contratar o profissional por um salário menor do que o praticado no mercado. Para evitar esse problema, o escritor Uranio Bonoldi, especialista em carreira, negócios e tomada de decisão, sugere que os candidatos pesquisem bem os salários do cargo pretendido, seja em sites ou em sua rede de contatos, de modo a enxergar o cenário de forma ampla e acurada. Autor de “Decisões de alto impacto: como decidir com mais consciência e segurança na carreira e nos negócios”, Bonoldi aponta que publicações online especializadas como Sim Carreira, Robert Half e Glassdoor são bons pontos de partida para entender como o mercado tem remunerado a profissão pretendida. “Esses sites podem trazer os valores dos salários de acordo com o cargo, com o tempo de experiência e com as certificações que muitas vezes exigem. É possível que os números para a mesma vaga variem de site para site, mas tendo-os como fonte de informação é possível tirar uma boa base e aproximá-lo da sua realidade”, diz. O networking também é uma referência recomendável para os profissionais que querem escolher uma boa pretensão salarial. “Busque na sua rede de contatos pessoas que ocupem o cargo pretendido, considerando também os anos de experiência e a formação que tiveram para chegar em tal patamar. Se não tiver ninguém que especificamente trabalhe nessa área, busque quem estiver em cargos ou áreas correlatas. Assim você vai começar a ter uma boa noção de quanto recebe um profissional da vaga pretendida”, aponta. Ainda é necessário levar em consideração as próprias experiências – o quanto ganhava no último emprego – mas com cautela. “Muitas vezes, o profissional pode ter sido desligado de um trabalho anterior porque a empresa lhe pagava um salário acima do mercado. Se o candidato não está ciente disso, pode acabar se frustrando ao buscar por novas oportunidades. O ideal, portanto, é balizar suas pretensões salariais em pesquisas, para que possa avaliar se precisará elevar ou reduzir suas expectativas, sempre de acordo com seu grau de expertise, formação e cargo pretendido”, pontua o escritor. Uranio Bonoldi ressalta que algumas empresas têm praticado uma remuneração em que parte do valor é fixo e parte variável, determinada pelos resultados do profissional, do setor ou da companhia como um todo. “Nesses casos, é importante que o valor fixo seja suficiente para o profissional sobreviver, mesmo que seja inferior ao salário de um emprego anterior. E então, se esse valor fixo somado a pelo menos 50% dos valores variáveis resultar em uma remuneração maior que esteja de acordo com o mercado, então é algo a se olhar com bons olhos. Em empresas que têm esse tipo de remuneração bem estruturada, o colaborador pode sair com uma boa vantagem, justamente pela possibilidade de pagamentos mais elevados, com ainda boas oportunidades no mercado”, finaliza. Sobre o autor: Uranio Bonoldi é palestrante e especialista em negócios e tomada de decisão. Atuou em grandes empresas como diretor e CEO. É autor dos thrillers da saga “A Contrapartida” e de “Decisões de alto impacto: como decidir com mais consciência e segurança na carreira e nos negócios”. Educado pelo método Waldorf, sua graduação e em seguida a pós-graduação em administração de empresas foi feita na FGV-SP.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Em despedida do TSE, Moraes diz que atuou contra o “populismo digital”

Sem citar nomes, ministro afirmou que a Corte não se “acovardou” mesmo com críticas...

“70% de certeza”, diz ex-affair sobre possível paternidade de Buda

Nina Capelly, prima de MC Binn, descobriu recentemente que está esperando um bebê. A...

Irmã de Gisele Bündchen decidirá sobre socorro do governo Lula ao RS

Instagram/Reprodução 1 de 1 Gisele Bündchen posa de look marrom e cabelos soltos para...

Mais para você