InícioEditorialPolítica NacionalDeputado Abilio Brunini diz que Dallagnol se tornou ‘mártir’: ‘Revanchismo e vingança’

Deputado Abilio Brunini diz que Dallagnol se tornou ‘mártir’: ‘Revanchismo e vingança’

Nesta quinta-feira, 18, o programa Pânico recebeu o deputado federal Abilio Brunini (MT-PL). Em entrevista, ele falou sobre a cassação de Deltan Dallagnol e relembrou quando o mesmo lhe ocorreu durante seu mandato na Câmara Municipal de Cuiabá, na capital do Mato Grosso. “No caso do Dallagnol, eu tenho poucas esperanças. É uma decisão do TSE, e o próprio pessoal tem visto que Dallagnol vai ser um mártir. Combateu a corrupção e foi perseguido e atacado da forma que foi. Existe uma mensagem de revanchismo e vingança lá dentro, querem acabar com quem tem esperança no combate à corrupção. Assim como Moro e Dallagnol, existe uma lista de prejudicados com deputados, inclusive de direita”, disse. “Quando fui cassado, me acusaram de abuso de autoridade porque fui presidente da CPI da Saúde, e a gente descobriu um escândalo de corrupção. A gente denunciou, pessoas foram presas. Quem estava envolvido se articulou para me prejudicar. Só que era da Câmara Municipal [de Cuiabá], hoje a perseguição do Moro, Dallagnol e outros é perseguição do chefe do Executivo, aquele que ele acusou de chefe da quadrilha e que o persegue hoje. Você percebe”, acrescentou.

Brunini analisou o atual momento do governo de Luiz Inácio Lula da Silva e fez uma comparação entre a Operação Lava Jato e a atuação do ministro Alexandre de Moraes. “O que a gente tem observado é que o pessoal da esquerda está tentando repetir o mesmo processo, o mesmo caminho. Acusaram que Deltan e Moro tinham feito conluio para prender todo mundo na Lava Jato, só que o Alexandre de Moraes está fazendo a mesma coisa”, opinou. “Ele é quem julga, quem investiga, ele é a vítima. Está fazendo o mesmo caminho. Acusaram que prenderam os empresários amigos do Lula, o pessoal do STF está fazendo a mesma coisa com empresários que apoiaram o Bolsonaro. Isso que está acontecendo hoje é por causa de um Senado omisso”, justificou.

Ao falar do Senado, o parlamentar argumentou que o cenário da oposição é complexo e citou algumas vitórias na Câmara dos Deputados, como o adiamento da votação da PL das Fake News e o impedimento do Novo Marco do Saneamento de Lula. “Perdemos o Senado, o Judiciário e também perdemos a Presidência da República. A gente consegue segurar muita coisa, muita não entra em pauta. O próprio presidente da Câmara tem respeitado a oposição nesse sentido. A gente está conseguindo ter um bom trânsito”, afirmou. “O Senado tem se acovardado, parece que não existe mais. Parece um puxadinho do governo federal. Na minha percepção, deixou de fazer o seu papel. Nós vamos ser o freio desses processos, às vezes dá a sensação de que perdemos tudo, mas não vamos entregar de mão beijada. O exemplo do Deltan… Tem outros na lista. Nós vamos brigar”, assegurou. 

Abilio ainda comparou as citações do presidente Lula ao Partido Comunista Chinês durante o período eleitoral do último ano. “Não foi falta de aviso, na pré-campanha do Lula ele já dizia que ele admirava o Partido Comunista Chinês, principalmente que tinha pulso firme, mandava e obedecia. Falava que [a China] controlava imprensa e rede social, ele já tinha avisado o que queria fazer. Ele não está lá sem um projeto de controle”, pontuou. “O José Dirceu falou que a esquerda demorou para entrar nas redes sociais, eles não tinham mais o domínio sobre isso e não conseguem reestruturar o controle da narrativa das redes sociais. Estamos lutando, vamos lutar até mesmo por esses projetos que estão tentando ser aprovados em pedaços. Combatendo para derrubar um a um”, concluiu.

Confira a entrevista com Abilio Brunini:

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Artista plástico goiano Gerson Fogaça anuncia mostra “Ciudad Invisible” na Cidade do México

  Com inauguração no dia 30 de junho, no Centro Cultural Futurama (México), exposição reflete...

Vila Don Patto Restaurante Português exalta os aromas e sabores da cozinha lusitana

Bacalhau protagoniza as elaborações preparadas pelo chef José Miranda Com uma classificação de 4,6 estrelas...

Entidades criticam decisão do BC de manter Selic a 10,5%

Copom votou em unanimidade para manter a taxa nesta 4ª feira (19.jun); só a...

STF: Gilmar pede vista e suspende julgamento de regras da previdência

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu vista e suspendeu o...

Mais para você