InícioEntretenimentoCelebridadeDesmatamento no Cerrado aumenta 238% em novembro e bate recorde

Desmatamento no Cerrado aumenta 238% em novembro e bate recorde

Em novembro, o Cerrado teve 571,61 quilômetros quadrados (km²) desmatados, número que é mais de três vezes maior que o registrado no mesmo mês do ano passado. Os dados são do sistema Deter, levantamento de alertas de alteração da cobertura florestal desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O dado registrado em novembro é um recorde de desmatamento na vegetação observando a série histórica, que teve início em 2018. Naquele ano, foram desmatados 339,79 km² do bioma em novembro. Até então, o pior mês de novembro havia sido registrado em 2019, com 347,95 km².

Neste ano, já foram 7.402,81 km² do bioma devastados. Mesmo sem ser um ano fechado, faltando ainda dezembro, o dado já é o maior da série histórica, e é 12,6% maior que 2018, que era o pior ano.

cerrado-cavalcante-goiás-pós-queimas-prescritas-chapada-dos-veadeiros

Vegetação nativa do Cerrado em território Kalunga Jéssica Eufrásio/Metrópoles

Savana do Cerrado

O avanço do desmatamento no Cerrado acontece principalmente na região do Matopiba Getty Images/ Abstract Aerial Art

Cachoeira cerrado

O Cerrado é conhecido como “berço das águas” Getty Images/ Carlos Maranhao

Foto do cerrado

A vegetação do Cerrado é caracterizada por troncos retorcidos, cascas grossas e raízes longas Getty Images

Desmatamento no cerrado no município de Alto Paraíso

Desmatamento para plantio em Alto Paraíso (GO) Marcelo Camargo/Agência Brasil

Tocantins é destaque negativo no Cerrado O estado com a maior supressão na vegetação em novembro foi o Tocantins, com 115,76 km². Em segundo lugar está o Maranhão, com 113,83 km².

A Amazônia Legal, por sua vez, que engloba nove estados brasileiros, teve uma redução significativa de desmatamento no último mês de novembro, em comparação com o ano passado, com uma diminuição de 63,7%. Foram 201,1 km² desmatados, enquanto no mesmo mês de 2022 o número foi 554,6 km².

Na semana passada, o Inpe divulgou dados de outro sistema, o Prodes, que pega o apanhado anual de desmatamento, e mostrou que de agosto de 2022 a julho de 2023 o desmate do Cerrado subiu 3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Instabilidade na CBF não prejudica sediar Copa feminina, diz Ednaldo

Presidente da entidade retornou ao cargo por decisão liminar de Gilmar Mendes. O Brasil...

Conheça a importância dos ACE no combate à dengue em Teixeira de Freitas

Essenciais para a redução de incidência da dengue e demais doenças transmitidas pelo mosquito...

Vanessa Lopes recebe carinho das amigas após quadro psicótico agudo

Vanessa Lopes apareceu em fotografias no Instagram da mãe, Lica Lopes, nesta quarta-feira (21/2)....

Gisele Bündchen já elogiou Joaquim Valente em entrevista; saiba quem é

Os burburinhos sobre a vida amorosa de Gisele Bündchen ganharam um novo capítulo. De...

Mais para você