InícioNotíciasPolíticaDoria diz que Bolsonaro fez “arapongagem” no caso da Abin

Doria diz que Bolsonaro fez “arapongagem” no caso da Abin

São Paulo – O ex-governador João Doria (sem partido) publicou um vídeo em suas redes sociais, neste domingo (4/2), em que diz ser “lamentável” o que chamou de “arapongagem” do adversário político Jair Bolsonaro.

As críticas se referem às investigações da Polícia Federal sobre o uso da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para espionar rivais do governo durante a gestão passada.

“Arapongagem é crime. Fere a Constituição brasileira, fere o direito do cidadão, violenta a liberdade”, disse.

“É triste saber que a família do presidente da República, com anuência do próprio, no último governo, exercitou a arapongagem contra adversários políticos, contra juízes, parlamentares, jornalistas, governadores e todos aqueles que se perfilaram ao lado da vacina, ao lado do justo, do correto, da honestidade e da decência.”

O ex-governador baseou sua crítica a notícias veiculadas pela TV Bandeirantes de que ele estaria entre as autoridades que teriam sido alvo do suposto esquema ilegal de espionagem na Abin, com uso de um software israelense capaz de fornecer dados de celulares de seus alvos.

Doria sai de aliado de Bolsonaro a adversário O ex-governador paulista se elegeu pelo PSDB, mas fez uma campanha apostando no antipetismo e estimulando o voto “BolsoDoria”. Contudo, Bolsonaro sempre foi reticente a embarcar em uma aliança política contra o empresário de comunicação, e ambos romperam.

Quando o país entrou em emergência médica, em 2020, em decorrência da pandemia de Covid-19, o antagonismo entre os ambos se acentuou.

Enquanto Bolsonaro adotou postura negacionista em relação à necessidade de distanciamento social e desestimulou a vacinação, Doria defendeu o oposto e colecionou críticas de bolsonaristas por adotar medidas para evitar aglomerações e adquirir imunizantes.

O ex-tucano tentaria disputar a Presidência contra Bolsonaro em 2o22, mas sua candidatura foi inviabilizada por adversários dentro de seu antigo partido, o PSDB. No ano passado, o ex-governador se movimentou em direção a uma reaproximação de Lula e retornou ao trabalho no setor privado.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Lula diz que lançará consignado para todos os trabalhadores

Em entrevista à “RedeTV!”, o presidente afirmou que mais de 40 milhões de pessoas...

Distrito Federal ultrapassa 100 mil casos de dengue em 2024

O Distrito Federal atingiu a marca de mais de 100 mil casos de dengue...

PEC que amplia isenção tributária para templos religiosos avança em comissão da Câmara

A comissão especial da Câmara dos Deputados encarregada de avaliar a Proposta de Emenda...

8 de Janeiro me preocupa mais que golpe militar de 1964, diz Lula

A 1 mês dos 60 anos da tomada de poder pelos militares, presidente declarou...

Mais para você