InícioNotíciasPolicialEm novo livro, Pamela Anderson lembra abusos sexuais sofridos antes dos 18

Em novo livro, Pamela Anderson lembra abusos sexuais sofridos antes dos 18

O novo livro de memórias de Pamela Anderson, intitulado Love, Pamela, chega às livrarias norte-americanas nesta terça-feira, 31, mas a atriz e modelo já adiantou o conteúdo da autobiografia.

Em uma entrevista à revista Variety, ela lembrou que sofreu três casos de abuso sexual antes mesmo de completar 18 anos e revelou que narra esses eventos no livro.

O primeiro deles aconteceu quando era apenas criança e uma babá a molestou repetidas vezes. Mais tarde, aos 12 anos, foi estuprada por um homem de 25. Quando já estava no ensino médio, um namorado e o grupo de amigos dele abusaram sexualmente dela.

“Os predadores procuram alguém para fazer coisas que são tão humilhantes que você teria vergonha de contar a alguém”, disse Pamela. “Esse tipo de coisa realmente marca o resto da sua vida. Você bloqueia as coisas ou vai lidar com isso mais tarde – e estou lidando com isso agora”.

Em Love, Pamela, a modelo ainda explica que acredita que seus relacionamentos foram moldados pelo exemplo que tinha em casa, já que, quando era criança, presenciou o pai usar violência física contra a mãe.

Anos mais tarde, ela mesmo foi vítima de violência doméstica quando seu então marido, o baterista Tommy Lee, ficou seis meses preso após chutá-lo com o filho deles, Dylan, no colo. Depois disso, ela pediu o divórcio.

“Eu não sou uma vítima e não sou a donzela em perigo. Eu fiz minhas escolhas na minha vida. Algumas obviamente foram feitas por mim, mas sempre consegui me reencontrar. E isso criou uma pessoa e uma mãe forte”, opinou.

‘Pam & Tommy’
Pamela e Tommy Lee formavam um dos casais mais famosos dos anos 1990 e se envolveram em um escândalo após o vazamento de uma sex tape.

A história foi contada na minissérie Pam & Tommy, disponível no Star+, no qual Lily James e Sebastian Stan vivem o casal. Contudo, Pamela já deixou claro que não é fã da produção.

À Variety, ela disse que o lançamento do seriado distraiu as pessoas de seus feitos mais recentes, como ter estrelado o musical Chicago na Broadway em 2022.

“Tommy provavelmente achou engraçado. Lembro de Tommy me escrevendo um bilhete dizendo: ‘Não deixe que isso te machuque como da primeira vez’, porque ele ouviu pelas crianças que eu estava lutando com a ideia de trazer tudo isso à tona novamente. Eu não acho que ele foi retratado gentilmente. Só sei que me recuso a assistir”, disse.

Além de seu livro de memórias, Pamela também contará a sua história através de uma documentário da Netflix. A produção chega à plataforma nesta terça, 31.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Paulo Pimenta expõe divergências com Eduardo Leite sobre as enchentes no RS

O ministro Paulo Pimenta, designado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para coordenar...

Estragos no RS não são motivo para “liberou geral”, diz Bruno Dantas

Presidente do TCU afirma ver no ministro da Fazenda, Fernando Haddad, um aliado para...

Ex-affair de Buda assume romance com empresária

Após viver um breve affair com o ex-BBB Lucas Henrique, o Buda, Nina Capelly...

Tarcísio inaugura viaduto que liga Osasco à Rodovia Castello Branco

São Paulo – O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) entregou, neste domingo (19/5), o...

Mais para você