InícioNotíciasPolíticaEmpresário de Alexandre Pires é preso pela Polícia Federal

Empresário de Alexandre Pires é preso pela Polícia Federal

Nesta terça-feira (5/12), Matheus Possebon foi preso pela Polícia Federal (PF), acusado de integrar um esquema de financiamento e logística do garimpo ilegal de cassiterita, considerada “ouro negro”, na Terra Indígena Yanomami. O empresário de Alexandre Pires foi detido ao desembarcar de um cruzeiro. O cantor também é alvo da operação Disco de Ouro, que tem por objetivo desarticular a quadrilha responsável pelo crime.

Segundo o Terra, a PF informou que não dá detalhes sobre prisões em operações ainda em curso. Ao site, a Opus Entretenimento, responsável pela carreira de Alexandre, da qual Possebon é sócio, preferiu mencionar apenas o nome de Alexandre Pires, alegando confiar na idoneidade do artista e no esclarecimento dos fatos. Sobre os outros “colaboradores e parceiros”, “desconhece qualquer atividade ilegal supostamente relacionada” a eles.

Alexandre Pires em apresentação do show Irmãos na inauguração do Vibra São Paulo (Foto: Caio Duran)

Alexandre Pires em apresentação do show Irmãos na inauguração do Vibra São Paulo Alexandre Pires em apresentação do show Irmãos na inauguração do Vibra São Paulo (Foto: Caio Duran)

Alexandre Pires em apresentação do show Irmãos na inauguração do Vibra São Paulo (Foto: Caio Duran)

Alexandre Pires em apresentação do show Irmãos na inauguração do Vibra São Paulo (Foto: Caio Duran) Alexandre Pires em apresentação do show Irmãos na inauguração do Vibra São Paulo (Foto: Caio Duran)

Alexandre Pires

Alexandre Pires nos bastidores da gravação do DVD Clube do Araújo, no Mineirão Reprodução/Instagram

Alexandre Pires

Alexandre Pires nos bastidores da gravação do DVD Clube do Araújo, no Mineirão Reprodução/Instagram

Show cancelado

Investigado, o ex-vocalista do Só Pra Contrariar teve uma apresentação cancelada em São Paulo. A Prefeitura de Sertãozinho anunciou o adiamento do show após um vendaval, que aconteceria no Parque Linear, nesta terça-feira (5/12).

Cantor é investigado

O artista foi um dos alvos da Operação Disco de Ouro, deflagrada nessa segunda pela PF, como revelou a coluna Na Mira com exclusividade. Ele é suspeito de receber mais de R$ 1 milhão de uma mineradora que explora ilegalmente terras Yanomami e teve o celular apreendido ao deixar o navio no qual fez um evento durante o fim de semana.

Além do cantor, o empresário dele, Matheus Possebon, também está envolvido no caso. Ele é apontado como operador financeiro de garimpeiros ilegais. No total, o esquema movimentou mais de R$ 250 milhões.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Holocausto “não pode ser comparado a nada”, diz chanceler alemã

Annalena Baerbock está no Brasil para o encontro de ministros do G20 e foi...

Grupo que matou jovem fez outra vítima com “mesmo modus operandi”

Os envolvidos na morte do vendedor Matheus Silva Cruz (foto em destaque), 23 anos,...

Rio de Janeiro decreta epidemia de dengue

O Estado do Rio de Janeiro decretou nesta quarta-feira, 21, epidemia de dengue em...

Tudo acordado com o Executivo sobre emendas foi sancionado, diz Haddad

“Isso foi reconhecido pelo próprio Arthur Lira”, afirma o ministro da Fazenda em relação...

Mais para você