InícioEditorialFundo Social de SP suspende recebimento de doações para vítimas das chuvas...

Fundo Social de SP suspende recebimento de doações para vítimas das chuvas no litoral e recruta mais voluntários

Com mais de 400 toneladas de donativos, o Fundo Social de São Paulo suspendeu o recebimento de novas doações para as vítimas das chuvas no litoral norte de São Paulo. Além disso, a instituição tem solicitado a ajuda de voluntários para a triagem dos donativos. Em entrevista à Jovem Pan News, a presidente do fundo, Berenice Gianella, ressaltou o apoio necessário na separação das toneladas de doações: “Desde ontem, a Academia da Polícia Militar está aqui conosco. O pessoal da Secretaria Municipal de Saúde também veio ajudar e a gente tem pedido voluntários que possam colaborar, não só servidores públicos, mas também civis, pessoas físicas, que possam vir aqui (…) Esse trabalho ainda vai longe, a gente imagina que vá ter um ou dois meses de trabalho para triar tudo o que nós recebemos de doação”. Quem deseja se voluntariar para auxiliar na triagem das doações e abastecimento dos caminhões, deve enviar um e-mail para [email protected] demonstrando interesse e logo receberá um formulário para preencher informações sobre disponibilidade e preferência. Apenas maiores de 18 anos podem se voluntariar.

“Realmente a gente ficou muito grato e feliz com a quantidade de doações que nós recebemos aqui no depósito. Já foram mais de 200 toneladas para as cidades litorâneas que foram afetadas e, pelas estimativas da Defesa Civil, nós já temos mais de 200 toneladas aqui também estocadas. Por esse motivo, nós estamos suspendendo o recebimento de doações a partir de hoje, porque agora o importante é nós fazermos a triagem do que está aqui, especialmente das roupas. A gente quer ser exemplo para outros locais, porque a gente viu que em outros momentos roupas foram perdidas, porque elas deixaram de ser triadas. A gente quer ser modelo, triar as roupas, entregar as roupas adequadamente e também terminar a montagem das cestas básicas”, explicou Berenice.

Após 200 toneladas de donativos enviados para Bertioga, Caraguatatuba, Guarujá, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba, os municípios estão focados no repasse das doações às famílias atingidas pelas fortes chuvas, como explicou a presidente do Fundo Social de São Paulo: “As prefeituras estão fazendo pedidos muito pontuais agora. A própria Prefeitura de São Sebastião já suspendeu o recebimento de doações, então a gente não está tendo mais saída dos produtos. Então o importante agora realmente é a gente organizar aqui, fazer a triagem das roupas e montar as cestas básicas com o que a gente já tem. Se for necessário, daqui a um tempo a gente pede de novo (…) De qualquer forma, para quem quiser continuar ajudando, nós temos três contas abertas no Banco do Brasil, uma para alimentos, uma para cobertores e uma para itens de higiene e limpeza que, as pessoas que quiserem continuar colaborando, podem depositar nessas contas e o Fundo vai fazer a aquisição desse material”.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Gretchen se pronuncia após morte de Chrystian, seu 1º marido; veja

Chrystian morreu na última quarta-feira (20/6) e, desde então, a expectativa sobre um pronunciamento...

Senado aprova idade máxima para veículos de autoescolas

Motocicletas podem ter até 8 anos, automóveis até 12 anos e transportes de carga...

Polêmica: saiba como funcionam as leis de aborto mundo afora

O debate relativo ao aborto no Brasil ganhou atenção de toda a sociedade civil...

Mais para você