InícioEditorialPolítica NacionalGeraldo Alckmin cita Juscelino Kubitschek e diz que novo governo já fez...

Geraldo Alckmin cita Juscelino Kubitschek e diz que novo governo já fez ‘mil dias em cem’

O governo Lula 3, como é conhecido o terceiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), completa cem dias nesta segunda-feira, 10, mas avaliação entre membros do alto escalão do Executivo é que foram “mil dias”. Em reunião ministerial, o vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB), afirmou que, nesses primeiros três meses, Lula foi ‘absolutamente fiel’ às promessas de campanha e prioridades da transição e compromisso com o Estado Democrático. “Primeiro a democracia, o senhor salvou a democracia de uma tentativa de golpe e ela saiu fortalecida. A reação rápida de todos os Poderes e do próprio governo fortaleceram o sistema democrático. Democracia significa participação e a gente observa em todos os ministérios. (…) Governo que ouve mais, erra menos”, disse o vice-presidente.

O também ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Alckmin, citou as principais ações aprovadas pelo governo Lula 3 no período. Entre os temas elencados está o aumento do salário-mínimo acima da inflação; o Bolsa Família, com pagamento extra por crianças; Imposto de Renda, com isenção até R$ 2.640; merenda escolar corrigindo inflação; retomada das obras de creches; campanha da vacinação e recursos para Santas Casas, com R$ 1,5 bilhão; e incremento do Mais Médicos. “O Brasil voltou nessa união e reconstrução. O clima é outro, a liberdade é outra, a participação é outra. A gente vê isso na rua. (…) Se Juscelino Kubitschek dizia que eram 50 anos em 5, nós podemos dizer que foram mil dias em cem”, finalizou Alckmin.

Como a Jovem Pan mostrou, a reunião ministerial desta segunda foi marcada, sobretudo, por cobranças de Lula aos ministros e definições de prioridades para os próximos meses. Para a Justiça e Segurança Pública, o foco será combater a violência contra as mulheres; para o Ministério das Mulheres, o foco serão ações “mais duras” contra feminicídio e agressões; no Meio Ambiente, Marina Silva deve perseguir a meta do desmatamento zero, apesar de “não ser fácil”; na Saúde, Nísia Trindade terá como prioridade garantir médicos especialistas à população; e para a Casa Civil e Fazenda, a proposta de Lula é criar um programa para diminuir o número de endividados. O presidente da República também voltou a criticar o Banco Central pela alta da Selic. Sem citar nomes, Lula disse que estão “brincando com o país”. Estão brincando com o país, com o povo pobre e com os empresários que querem investir. Só não vê quem não quer.”

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Dólar volta a superar R$ 5,40 com incertezas fiscais no radar

Moeda norte-americana atingiu o maior patamar em 17 meses; chegou a R$ 5,43 na...

Dia dos Namorados: deputados param sessão para declarações de amor

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) foi palco de uma “sessão romântica”, nesta...

Na Justiça, Zé Felipe é acusado de abandonar ex-produtor após AVC

Zé Felipe e o pai, o cantor sertanejo Leonardo, estão sendo processados por um...

Mais para você