InícioNotíciasPolíticaGerente de “biqueiras” e líder do PCC na Baixada: polícia prende RD

Gerente de “biqueiras” e líder do PCC na Baixada: polícia prende RD

São Paulo — Uma operação conjunta do 5º DP de Santos e da Delegacia Seccional da cidade prendeu, na tarde dessa quarta-feira (24/1), Rodney Matos Baiões, o RD, apontado como líder do Primeiro Comando da Capital (PCC) na zona noroeste de Santos, litoral paulista.

Segundo a Polícia Civil, RD era o responsável pelo tráfico na comunidade conhecida como Caminho da Capela, área dominada pelo PCC e considerada extremamente perigosa. Ele gerenciava, de acordo com a ocorrência policial, todas as “biqueiras” da região.

A prisão do suspeito, que era foragido da Justiça, aconteceu no bairro Rádio Clube, na casa da esposa dele. A polícia informou que a ação foi rápida e RD não esboçou qualquer reação. Aos investigadores, ele disse que não morava no local e que estava apenas “visitando a família”.

A prisão aconteceu na frente da mulher e de dois filhos menores.

Armeiro do PCC Mais cedo, em outra operação, agentes do 5º DP e da Seccional de Santos já haviam prendido Caio Dantas Oliveira Júnior, de 22 anos, suspeito de integrar o Primeiro Comando da Capital (PCC) e ser o armeiro da facção na Baixada Santista.

armeiro-pcc1

Polícia de Santos prende Caio Dantas Oliveira Junior, apontado como armeiro do PCC na Baixada Divulgação/Polícia Civil de Santos

armas-armeiro-pcc

Polícia de Santos prende Caio Dantas Oliveira Junior, apontado como armeiro do PCC na Baixada; na imagem, armas apreendidas com Caio Divulgação/Polícia Civil de Santos

armeiro-pcc2

Polícia de Santos prende Caio Dantas Oliveira Junior, apontado como armeiro do PCC na Baixada Divulgação/Polícia Civil de Santos

armas-armeiro-pcc2

Armamento e celulares apreendidos com Caio Dantas Oliveira Junior, apontado como armeiro do PCC na Baixada Santista Divulgação/Polícia Civil de Santos

Caio foi encontrado dormindo em um carro estacionado próximo ao local onde morava. No veículo, também estava Bruno Kayke Amorim de Souza, suspeito de participar de assaltos com o comparsa. Ele também foi preso.

Como armeiro, Caio era responsável pelo armazenamento, compra e venda de armas de fogo, além de pequenos reparos, uma vez que, segundo a Polícia Civil, ele seria um “estudioso” de material bélico.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Bolsonaro já está em São Paulo para ato na Paulista no domingo

Ex-presidente toma café da manhã com apoiadores na capital;...

Ministros do STF estarão atentos a ato de Bolsonaro em São Paulo

Os ministros do Supremo Tribunal Federal se comprometeram a acompanhar o ato de Jair...

Buscas por fugitivos de penitenciária federal de Mossoró chegam ao 11º dia

As buscas pelos dois detentos que fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio...

CEO da Vale diz confiar no conselho para decidir nova gestão

Recondução de Eduardo Bartolomeo à presidência da mineradora é impasse no colegiado; mandato vai...

Mais para você