InícioNotíciasPolíticaGoverno vai lançar programa com passagens a R$ 200 em 5 de...

Governo vai lançar programa com passagens a R$ 200 em 5 de fevereiro

O ministro dos Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, anunciou que o programa “Voa Brasil” — iniciativa do governo federal para oferecer passagens aéreas de até R$ 200 — será lançado em 5 de fevereiro em evento com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Ao menos nesta primeira fase, o programa será voltado para aposentados que ganham até dois salários mínimos e alunos do Programa Universidade Para Todos (Prouni), iniciativa do governo federal que oferece bolsas universitárias para estudantes de baixa renda.

“O Voa Brasil será anunciado em 5 de fevereiro pelo presidente da República. Passará a valer no mesmo dia”, afirmou o ministro após reunião no Palácio do Planalto.

A previsão do ministério é de que 2,5 milhões a 3 milhões de pessoas que nunca viajaram de avião, ou não viajam há mais de 12 meses, consigam adquirir passagens aéreas pelo programa.

A expectativa do Executivo era lançar esse programa ainda em 2023, quando Márcio França estava à frente do Ministério de Portos e Aeroportos. À época, França previu 1,5 milhão de passagens aéreas por mês para os dois públicos, além de pensionistas.

Fundo de financiamento Costa Filho afirmou anda que o governo federal prepara a criação de um fundo de até R$ 6 bilhões voltado para financiar companhias aéreas e, assim, a reduzir os custos de operação na tentativa de brecar o aumento de preço das passagens aéreas.

“Está em construção com o ministro (Fernando) Haddad, com o presidente do BNDES, [Aloizio] Mercadante, nós iremos apresentar ao país um fundo de financiamento da aviação brasileira, para que as empresas aéreas possam buscar crédito, se capitalizar e, com isso, poder ampliar investimentos na aviação”, declarou Costa Filho.

De acordo com o ministro dos Portos e Aeroportos, o governo apresentará o detalhamento do Fundo Nacional de Financiamento da Aviação Brasileira em até 10 dias.

Segundo ele, a proposta é garantir desde o refinanciamento de dívidas, de investimentos em manutenção, como também a compra de aeronaves. O governo também estuda, em outras frentes, alternativas para reduzir os custos do querosene de aviação, que tem pesado no preço das passagens.

“Nós estamos trabalhando ao lado do BNDES e do Ministério da Fazenda, aproximadamente, um fundo entre R$ 4 bilhões e R$ 6 bilhões de financiamento das companhias aéreas”, seguiu.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

PF prende 3 e faz buscas contra 24 envolvidos no 8 de Janeiro

Agentes cumprem mandados em Minas, Tocantins e Distrito Federal na 25ª fase da operação...

Adolescente é apreendido por matar doméstica durante assalto em Goiás

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) apreendeu, nessa quarta-feira (28/2), um adolescente suspeito de...

Ex-apresentador do SBT é preso por tráfico de drogas em Santos; vídeo

Santos – O ex-apresentador de televisão Marcelo Carrião foi preso em flagrante por tráfico...

Mais para você