InícioNotíciasPolíticaHomem agredido por morador de rua no Sudoeste é agente da PF

Homem agredido por morador de rua no Sudoeste é agente da PF

O homem que foi agredido por um jovem em situação de rua, na tarde deste sábado (25/5), na Quadra 303 do Sudoeste, área nobre do Distrito Federal, é um agente aposentado da Polícia Federal (PF). O policial foi agredido com soco e pedradas após se desentender com o homem em situação de rua, de 27 anos.

O rapaz foi preso após frequentadores do comércio local presenciarem as agressões com pedras e acionarem a Polícia Militar do DF (PMDF).

Segundo a PMDF, o 7º Batalhão recebeu diversas chamadas ao 190 relatando um morador de rua jogando pedras nas casas e, posteriormente, nas pessoas.

Ao chegarem ao local, os policiais foram informados por diversas testemunhas que o homem estava munido de três pedras pontiagudas de concreto, “transtornado e perseguia outra pessoa após um desentendimento”.

O homem em situação de rua estava com 3 pedras de concreto A vítima, o agente aposentado da PF, chegou a se esconder no banheiro de um restaurante da quadra até a chegada da PM. Aos militares, ele relatou que estava atravessando a pista com a esposa quando o morador de rua tentou lhes vender paletas de parabrisas de carro.

Segundo a vítima, ao dizer que não tinha interesse no produto, o morador de rua pediu um prato de comida. O homem se negou, dizendo que o prato no local custava R$ 100, e começou a ser xingado pelo rapaz.

O homem em situação de rua teria partido para cima da esposa do policial aposentado que, ao defender a mulher, chutou o morador de rua — que revidou e deu um soco na cara do agente aposentado.

Em seguida, o morador de rua teria pego pedras e arremessado em direção ao homem, que conseguiu desviar e correu para o banheiro, onde se trancou para se proteger. Esse momento foi gravado pelas câmeras de segurança.

Veja:

Prisão do morador de rua Com a chegada da PM, o homem saiu do banheiro. Neste momento, o morador de rua teria ofendido os policiais, dizendo que estavam o prendendo porque “era preto, e a vítima, branco”.

Segundo a PMDF, o homem em situação de rua desobedeceu “repetidamente às ordens dos policiais e reagiu de forma agressiva, sendo necessário o uso de algemas para garantir a segurança de todos os envolvidos.”

Durante a abordagem, o agressor resistiu a entrar na viatura e cuspiu no rosto de um dos policiais. “No interior da viatura, ele tentou se autolesionar, batendo intencionalmente a cabeça contra os gradis, enquanto gritava slogans de ódio contra a polícia e o sistema judicial.”, diz a PM.

Ele foi conduzido à 5ª Delegacia de Polícia, onde, ainda de acordo com os militares, continuou a insultar tanto os policiais militares quanto os policiais civis presentes.

Ele foi preso pelos crimes de desacato, resistência, desobediência e injúria real contra a equipe policial, além de ameaça e tentativa de homicídio contra a vítima. Agora, está à disposição da Justiça para apresentação em audiência de custódia.

A esposa da vítima, que figurou como testemunha, precisou ser amparada após passar mal devido ao estresse do incidente e foi levada ao Hospital Santa Lúcia na Asa Sul. O marido dela foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) para avaliação dos ferimentos.

A PM informou que o agressor possui um histórico criminal que inclui ameaças, porte ilegal de arma de fogo, tentativa de roubo, posse de drogas, e outros delitos.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Lula disse que não quer confusão na Petrobras, diz Magda Chambriard, em cerimônia de posse

“A missão dada pelo presidente foi a de movimentar a Petrobras, porque ela impulsiona...

Autor do PL do Aborto diz não abrir mão do texto, mas admite ajustes

Durante entrevista para jornalistas nesta quarta-feira (19), o deputado Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), que é...

CCJ do Senado aprova liberação de cassino, bingo, jogo do bicho e corrida de cavalos

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (19) o...

Mais para você