InícioEditorialPolítica NacionalJornalistas são barrados de fórum em Londres com ministros do STF

Jornalistas são barrados de fórum em Londres com ministros do STF

Jornalistas foram impedidos de permanecer no andar do hotel de luxo em que os painéis são realizados

O evento é realizado no hotel de luxo The Peninsula, em Londres (Reino Unido) reprodução/The Peninsula

PODER360 25.abr.2024 (quinta-feira) – 11h28

Os profissionais da mídia foram impedidos, nesta 5ª feira (25.abr.2024), de entrar no Fórum Jurídico Brasil de Ideias, realizado em Londres (Reino Unido). A programação conta com painéis de 3 ministros do STF (Supremo Tribunal Federal): Alexandre de Moraes, Gilmar Mendes e Dias Toffoli. Ainda, de ministros do governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e de integrantes do Legislativo. 

Entre os veículos de comunicação barrados está a Folha de S.Paulo. Segundo a publicação, jornalistas foram impedidos de permanecer no mesmo andar em que o evento ocorre, no hotel de luxo The Peninsula (diária mais barata de 1.300 libras, ou aproximadamente R$ 8.300). Organizador do evento, o Grupo Voto disse que “o fórum é um evento privado”. 

Gilmar Mendes declarou à Folha, na entrada do evento, que não sabia da proibição. “Isso não nos foi informado”, disse, acrescentando que iria se inteirar da situação. 

Os jornalistas questionaram também a Alexandre de Moraes se ele falaria com a imprensa no fim do dia. Conforme a Folha, ele usou um tom entre o irônico e o bem-humorado para responder: “Nem a pau”. 

O evento teve início na 4ª feira (24.abr.2024). Os painéis são realizados desta 5ª feira (25.abr) até 6ª feira (26.abr). Conforme o jornal, cerca de 50 pessoas participam do encontro, que não tem transmissão aberta em vídeo. Eis a programação do fórum (PDF – 3MB).

Além dos 3 ministros do STF, várias autoridades brasileiras participam. Por exemplo, Paulo Gonet (procurador-geral da República), Andrei Rodrigues (diretor-geral da Polícia Federal) e o senador Davi Alcolumbre (União Brasil-AP), pré-candidato a presidente do Senado. Ainda, 5 ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça), inclusive Luis Felipe Salomão, recém-eleito vice-presidente do STJ.

O encontro tem patrocínio da empresa de tecnologia FS Security, de Alberto Leite, e é organizado pelo Grupo Voto, da empresária Karim Miskulin. 

Em 2022, Karim organizou um almoço entre o então presidente Jair Bolsonaro (PL) e empresários em São Paulo. Leite é um empresário próximo do ex-chefe do Executivo.

É também admirador do bilionário Elon Musk, que mantém embates com o STF e, em especial, com Moraes. De 6 a 13 de abril, Elon Musk se referiu a Alexandre de Moraes em 32 publicações na rede social X (ex-Twitter). O ministro da Corte reagiu e incluiu o bilionário num dos inquéritos que conduz no Supremo.

Leite é dono de uma casa no condomínio de luxo Fazenda Boa Vista, a 100 km de São Paulo, no município de Porto Feliz. Foi na BV, como os moradores se referem ao condomínio, que Elon Musk foi recebido por Bolsonaro em maio de 2022.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Durante tensão diplomática, Milei diz que viajará à Espanha

Presidente da Argentina pretende ir ao país europeu em 21 de junho para receber...

Vídeo: após TSE rejeitar cassação, Moro diz que julgamento foi técnico

VINÍCIUS SCHMIDT/METRÓPOLES 1 de 1 Imagem colorida do Senador Sérgio Moro (União-PR) deixa gabinete...

Na presidência do G20, Brasil quer menos burocracia nos fundos verdes

A desburocratização do acesso aos quatro principais fundos internacionais voltados para o financiamento de...

Companhias aéreas anunciam voos em Canoas como alternativa a Porto Alegre

As companhias aéreas Azul e Latam anunciaram a oferta de voos com origem ou...

Mais para você