InícioEditorialPolítica NacionalLíder da oposição sul-coreano sai de cirurgia após ataque com faca

Líder da oposição sul-coreano sai de cirurgia após ataque com faca

Lee Jae-myung foi ferido no pescoço enquanto visitava construção de um aeroporto em Busan; suspeito foi preso

Lee Jae-myung, do Partido Democrata, foi candidato à Presidência da Coreia do Sul em 2022; na imagem, o líder do principal partido de oposição sul-coreano caído no chão depois de ser atingido por uma faca no pescoço Reprodução/Yonhap – 2.jan.2024

PODER360 2.jan.2024 (terça-feira) – 13h41

O líder do principal partido de oposição na Coreia do Sul, Lee Jae-myung, passou por uma cirurgia de emergência depois de sofrer um ataque a faca nesta 3ª feira (2.jan.2024). O DP (Partido Democrata) disse que o procedimento foi concluído. As informações são da agência sul-coreana Yonhap.

Lee visitava um canteiro de obras de um novo aeroporto na ilha Gadeok, em Busan, quando foi atingido por uma faca no pescoço por um homem de 60 anos. Somente o sobrenome dele (Kim) foi divulgado até o momento.

Depois do ataque, Lee foi transportado de helicóptero ao Hospital Universitário Nacional de Pusan. O autor foi preso pela Agência de Polícia Metropolitana de Busan e confessou ter tido a intenção de matar o político. Por isso, ele deve ser acusado de tentativa de homicídio. As autoridades investigam a motivação do crime.

Segundo a polícia local, o homem se disfarçou de um apoiador de Lee e, para realizar o ataque, se aproximou do político pedindo por um autógrafo.

Assista (48s): 

LEE JAE-MYUNG O político sul-coreano, 59 anos, foi candidato à Presidência da Coreia do Sul em 2022, mas perdeu o pleito para o atual presidente Yoon Suk-yeol, do PPP (Partido do Poder Popular). Também é ex-governador da província de Gyeonggi, ao noroeste do país, e ex-prefeito da cidade de Seongnam, onde foi associado a um escândalo de desvio em transações de terras. Ele nega.

Na corrida eleitoral, Lee quase perdeu as primárias do Partido Democrata para o ex-primeiro-ministro Lee Nak-yon por causa da suspeita de corrupção. Teve como proposta mais popular a inclusão de tratamento para queda de cabelo nos planos de saúde da Coreia do Sul.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Bivar tenta adiar eleição para a presidência do União Brasil

Atual presidente quer se manter no cargo, mas tem pouco apoio interno; político quer...

Conselho do Atlético-MG Aprova Aporte Significativo de R$ 200 Milhões

Foto:Pixabay O Conselho Deliberativo do Atlético-MG deu o sinal verde para um aporte financeiro substancial...

Inscrições para o concurso da Caixa começam nesta quinta-feira (29/2)

Rafa Neddermeyer/Agência Brasil 1 de 1 Foto colorida de Prédio da Caixa Econômica Federal,...

Teste identifica risco de câncer no esôfago anos antes dos sintomas

O câncer de esôfago é diagnosticado em 11 mil pessoas a cada ano no...

Mais para você