InícioEditorialPolítica NacionalLíderes europeus criticam imigração ilegal em evento em Madri

Líderes europeus criticam imigração ilegal em evento em Madri

Premiê da Itália e a deputada francesa Marine Le Pen pediram fortalecimento das fronteiras na convenção “Europa Viva 24”, do Vox

Na imagem, a primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, participa por vídeo na convenção conservadora “Europa Viva 24” neste domingo (19.mai) Reprodução/Youtube VOX España – 19.mai.2024

PODER360 19.mai.2024 (domingo) – 17h40

Os principais líderes europeus de direita, que participaram da convenção conservadora “Europa Viva 24”, realizada neste domingo (19.mai.2024) em Madri (Espanha), falaram sobre a questão migratória na Europa em seus discursos. As autoridades criticaram a UE (União Europeia) e pediram pelo fortalecimento das fronteiras.

O evento, iniciado no sábado (18.mai), terminou neste domingo (19.mai). Foi organizado pelo Vox, partido de direita da Espanha. A convenção reuniu quase 11.000 pessoas, segundo a legenda.

Participaram do “Europa Viva 24” o presidente da Argentina, Javier Milei, e a deputada e ex-candidata à Presidência da França, Marine Le Pen. A primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, e o premiê da Hungria, Viktor Orbán, discursaram por vídeo.

Eis os destaques dos discursos:

Marine Le Pen: a deputada criticou a “imigração crescente” no continente. Disse que a UE promove o “islamismo” e quer “o desparecimento das fronteiras” da Europa. “Áreas inteiras do meu país, a França, estão sendo inundadas por imigrantes e não estão mais sob a autoridade do Estado”; Giorgia Meloni: a premiê italiana também criticou a União Europeia. Afirmou ser possível construir um bloco “diferente e melhor” que possa concentrar iniciativas e recursos econômicos só em questões importantes, como “defender as fronteiras” e “não forçar os cidadãos a receber massas de imigrantes ilegais”. Também disse estar “orgulhosa” do trabalho feito por seu governo para mudar as políticas de migração na Itália. “Não há mais fronteiras abertas. Uma migração só pode ser legal com um acordo com países terceiros”, declarou. Viktor Orbán: o primeiro-ministro da Hungria afirmou que a Europa “enfrenta uma grande batalha comum” e a União Europeia “está desencadeando uma migração ilegal em massa”. “Só podemos contar conosco se quisermos defender as fronteiras da Europa”, disse. Assista ao evento completo (3h47min38s):

Leia mais: 

“Basta de socialismo, basta de fome”, diz Milei em evento do Vox; Centenas de manifestantes fazem ato em Madri contra fascismo.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Artista plástico goiano Gerson Fogaça anuncia mostra “Ciudad Invisible” na Cidade do México

  Com inauguração no dia 30 de junho, no Centro Cultural Futurama (México), exposição reflete...

Vila Don Patto Restaurante Português exalta os aromas e sabores da cozinha lusitana

Bacalhau protagoniza as elaborações preparadas pelo chef José Miranda Com uma classificação de 4,6 estrelas...

Entidades criticam decisão do BC de manter Selic a 10,5%

Copom votou em unanimidade para manter a taxa nesta 4ª feira (19.jun); só a...

STF: Gilmar pede vista e suspende julgamento de regras da previdência

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu vista e suspendeu o...

Mais para você