InícioEditorialLula elogia Messi, e internet vê cutucada em Neymar: ‘Há quantos anos...

Lula elogia Messi, e internet vê cutucada em Neymar: ‘Há quantos anos o Brasil não tem um ídolo de verdade?’

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), deu na manhã desta terça-feira, 31, uma aparente cutucada no atacante em Neymar, apoiador do seu antecessor e adversário político Jair Bolsonaro (PL). A fala aconteceu durante edição de sua live semanal, “Conversa com o Presidente”.  A reclamação do petista decorre da premiação da Bola de Ouro de 2023, na noite desta segunda-feira, 30, que elegeu Lionel Messi pela 8ª vez como o melhor jogador do mundo. Segundo Lula, os jovens deveriam ver o camisa 10 da Argentina como inspiração.  “Um cara com 36 anos de idade, campeão do mundo, ganhou a Bola de Ouro neste ano jogando nos Estados Unidos. O Messi devia ser inspiração para essa molecada que aparece na televisão, que a gente acha que vai ser craque e daqui a pouco desaparece. Talvez a vaidade, talvez não tenha estrutura psicológica para crescer. Aparece a meninada pintada de ouro, daqui a pouco desaparece. Aparece um menino de 17 anos, daqui a pouco está vendido. A gente não consegue mais criar. Há quantos anos o Brasil não tem um ídolo de verdade?”, disse Lula. Nas redes sociais, diversos usuários entenderam que a crítica de Lula foi endereçada ao camisa 10 da seleção brasileira.

A revista francesa “France Football” faz uma lista de 30 finalistas e envia para jornalistas de diferentes países montarem o seu top 5. As pontuações são dadas de acordo com a posição. Entre os 30, o atacante brasileiro Vinícius Júnior, do Real Madrid, ficou na sexta posição e conquistou o Prêmio Sócrates por realizar trabalhos sociais com o seu instituto. “Eu estou muito feliz de receber esse prêmio, de poder ajudar tantas crianças no Brasil e no meu bairro. Sair da favela, de onde eu saí, é muito improvável chegar até aqui. Eu fico muito feliz de poder ajudá-los. É um sonho muito especial para mim estar aqui com todos vocês”, disse o jogador.

A última vez que o Brasil teve um vencedor da Bola de Ouro foi em 2007, quando Kaká, que jogava no Milan, superou Cristiano Ronaldo e Messi. Depois disso, Neymar ficou em terceiro lugar duas vezes, em 2015 e 2017. Lula frisou que o prêmio exige dedicação e que, para jogar profissionalmente, é necessário abdicar da vida noturna. “Isso é para mexer com a cabeça do nosso jovem. Quem quiser ganhar a Bola de Ouro tem que ser profissional, tem que se dedicar. Não combina com farra, com noitada. Ser profissional significa se dedicar, ser ídolo, ser exemplo. Se você não é exemplo, não serve para muita coisa”, disse o chefe do Planalto. Vale lembrar que Neymar voltou aos holofotes nesta semana por, segundo o jornalista Léo Dias, ter promovido uma megafesta na sua mansão em Mangaratiba.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Petrobras elege novo conselho e decide sobre dividendos nesta 5ª

Governo Lula fez 8 indicações, mas deve seguir com as 6 cadeiras atuais, como...

Definição sobre multas da Lava Jato vai ao STF com falta de acordo entre governo e empreiteiras

Foto: Rosinei Coutinho/Arquivo/SCO/STF André Mendonça 25 de abril de 2024 | 06:29 O...

Carluxo e os veganos

Igo Estrela/Metrópoles 1 de 1 PF Carlos Bolsonaro ...

Reforma tributária assegura isenção para taxistas e motoristas de Uber

Profissionais poderão comprar carros com alíquota zero; a regulamentação também beneficia frutas, ovos e...

Mais para você