InícioNotíciasPolíticaMaquiadora baleada por bombeiro faz 2ª cirurgia. Veja reabilitação

Maquiadora baleada por bombeiro faz 2ª cirurgia. Veja reabilitação

A vida da maquiadora Jully da Gama Carvalho, de 30 anos, mudou completamente após ter sido alvejada por um tiro do segundo-sargento do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) Andrey Suanno Butkewitsch, em 28 de janeiro.

Quase um mês após a violência sofrida, ela, que era uma mulher ativa e trabalhadora, passou por uma segunda cirurgia na segunda-feira (26/2) para remover um dreno do cérebro. “Os médicos cortaram a parte do crânio, tiraram os fragmentos, fizeram a limpeza, fecharam”, detalhou o marido, Jairo Soares.

“Esse o procedimento para salvar a vida dela, só que nisso ficaram alguns fragmentos alojados no cérebro. Tinha um grande até, do tamanho de uma moeda de um real”. Esse resquício do disparo deixou sequelas, e que antes era fácil, como segurar um pincel delineador, hoje, é um esforço enorme.

Em um vídeo gravado pela família, é possível ver a reabilitação da maquiadora. Assista:

“Ela teve perda de função motora do lado direito, perda de olfato, de paladar; a visão dela também ficou turva também e apresenta crises de esquecimento, especialmente da memória recente”, disse.

Maquiadora baleada na cabeça por bombeiro do DF: “choro toda noite”

O crime por si só já seria uma tragédia, mas dois dias após a violência sofrida, a família de Jully teve que lidar com outro baque. Jairo foi demitido do emprego de corretor de seguros. Ele era contratado como Microeemprendedor Individual (MEI) e, com a demissão, não teve direito a FGTS, férias nem mesmo o aviso prévio.

“É algo que não desejo nem mesmo para esse covarde que atirou nela: ver a pessoa que você ama todos os dias com dor e não saber o que colocar no prato dos seus filhos”, declarou Jairo. O casal tem três filhos pequenos, que também tiveram a vida abalada.

Jully-da-Gama-Carvalho

Vítima foi baleada por bombeiro militar do Distrito Federal em bar de Alto Paraíso (GO) Instagram/Reprodução

Jully-da-Gama-Carvalho

Jully é maquiadora e empreendedora Instagram/Reprodução

Jully-da-Gama-Carvalho

Maquiadora está hospitalizada desde a madrugada desse domingo (28/1) Instagram/Reprodução

Jully-da-Gama-Carvalho

Família da maquiadora diz que toda e qualquer oração é bem-vinda Instagram/Reprodução

Foto-imagens-do-carro-onde-vitima-de-bombeiro-estava (3)

Vidro traseiro do veículo ficou com marca de bala e quebrado Divulgação/ PMGO

Foto-imagens-do-carro-onde-vitima-de-bombeiro-estava (2)

Carro onde Jully da Gama Carvalho, 30 anos, estava quando foi baleada Divulgação/ PMGO

Foto-imagens-do-carro-onde-vitima-de-bombeiro-estava (1)

Jully da Gama Carvalho estava sentada no banco do carona do veículo Divulgação/ PMGO

andrey militar maquiadora

Andrey Suanno Butkewitsch Reprodução

A família saiu do apartamento em que moravam de aluguel para morar com parentes e tenta conseguir recursos para ajudar no tratamento da maquiadora e nos custos de vida. Até o momento, eles não receberam um centavo sequer do agressor, Andrey Suanno Butkewitsch. Ele está preso.

Jully está no Hospital de Base se recuperando da segunda cirurgia e deve ser encaminhada para o Hospital de Apoio, para receber o acompanhamento de fisioterapia.

Como ajudar Para contribuir, a família montou uma vaquinha online para arrecadar os valores. A plataforma cobra uma taxa de 6,4% do total bruto arrecadado e R$ 0,50 por cada transação feita.

Desta forma, quem preferir ajudar diretamente para família pode fazer um Pix para o CPF de Jully, com a sequência 039.156.331-94.

Outro meio de ajudar é com apoio profissional de saúde, assim que Jully sair dos hospitais. “Sabemos que vai ser uma reabilitação longa”, destacou Jairo.

O marido ainda disse que quem não puder contribuir financeiramente pode ajudar Jully seguindo nas redes sociais. O perfil dela é jullycarvalh_ no Instagram.

“Isso vai ajudar o trabalho dela quando se recuperar e vai motivá-la a seguir com seu trabalho”, completou Jairo.

Diariamente, Jairo publica notícias sobre a saúde e a recuperação de Jully pela página nas redes sociais.

Bombeiro é indiciado pela PCGO A Polícia Civil de Goiás (PCGO) indiciou Andrey Suanno Butkewitsch. Em um vídeo, é possível ver o momento em que as agressões começam, por volta de 0h47. Conforme as imagens, dois homens se estranham e trocam socos, e outras pessoas acabam se envolvendo na briga.

Veja o vídeo:

A situação fica fora de controle, e alguns dos envolvidos deixam o local, seguindo em direção a um carro. Nesse momento, conforme flagrou uma segunda câmera de segurança, o militar sacou uma arma e atirou contra o veículo. O projétil atingiu a cabeça da maquiadora.

De acordo com as gravações, após efetuar o disparo, o militar retorna com a arma para o bar. Um outro vídeo mostra o momento em que ele coloca a pistola em um balcão do comércio, mostra um documento a um funcionário do local e depois se retira.

GSI Quando atirou na maquiadora, Andrey estava lotado na Presidência da República e também fazia parte do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). Segundo consta no Portal da Transparência, o militar atuava desde 2019 no órgão do governo federal responsável pela segurança do presidente da República.

A Corregedoria do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) informou, em nota, que apura o “suposto envolvimento de um militar da corporação”.

“Informamos que os fatos estão sendo apurados e, se confirmada autoria e materialidade, a Corregedoria irá adotar as providências internas que o caso requer. Reiteramos ainda que o CBMDF não compactua com condutas delituosas de qualquer natureza e primamos pela conduta ilibada e exemplar da tropa, que são pautadas pelos regulamentos e pilares que norteiam a Corporação”, disse o CBMDF.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Yanomamis rendem garimpeiros e os entregam à Força Nacional

Indígenas dizem que a ação foi motivada pela contaminação da água por mercúrio depois...

Após recuar sobre Padilha, Lira reclama de Randolfe Rodrigues

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado O líder do...

Davi e Mani Reggo serão interpretados por sósias em documentário

Davi Brito vai ganhar um documentário sobre a sua vida, incluindo momentos vividos no...

Vídeo: Wajngarten denuncia nova tentativa de invasão ao seu prédio

São Paulo – O advogado Fabio Wajngarten, que representa o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL),...

Mais para você