InícioEditorialEsportesNo comando do Bahia há 32 jogos, Paiva ainda não repetiu escalação

No comando do Bahia há 32 jogos, Paiva ainda não repetiu escalação

O português Renato Paiva chegou a Salvador com a missão de comandar o Bahia em uma nova era. Afinal, é o primeiro ano do clube após a venda de 90% da SAF ao Grupo City. Não à toa, assim que foi apresentado, o técnico avisou que o processo levaria tempo, já que teria uma equipe com muitas alterações. Mais de quatro meses desde o início da temporada, o treinador parece ainda estar em busca de uma formação ideal.

O Bahia ainda não repetiu uma escalação em relação ao jogo anterior neste ano, em 32 partidas com Paiva no comando. Ele sempre fez ao menos uma mudança entre um duelo e outro, sejam eles por Campeonato Baiano, Copa do Brasil, Copa do Nordeste ou Campeonato Brasileiro.

O tricolor disputou 34 confrontos até agora. Mas dois deles, ambos pelo Baianão, tiveram o treinador do sub-20, Rogério Ferreira, à beira do campo e foram disputados por jovens da base. Assim, não entram na conta do português.

Vale ressaltar que nem sempre as alterações promovidas por Paiva foram por vontade própria. Afinal, o comandante precisa lidar frequentemente com suspensões e lesões em meio a um calendário que exige muito fisicamente dos atletas – a temporada começou há 139 dias, o que dá uma média de um jogo a cada 4,1 dias.

Contra o Goiás, por exemplo, Kanu e Rezende, que são titulares absolutos, estavam suspensos. Já Yago Felipe e Matheus Bahia estavam vetados pelo departamento médico, ambos em processo de recuperação. Ao longo da temporada, houve até mesmo despedida, como foi o caso de Ricardo Goulart, que se aposentou no fim de abril. 

Para enfrentar o Internacional, Kanu e Rezende retornaram, nos lugares do zagueiro Gabriel Xavier e do atacante Ademir. Dessa forma, o Bahia voltou a utilizar o 3-5-2, depois de ter apostado no 3-4-3 – e jogado mal – diante do Goiás. 

Outra troca ocorreu na lateral-esquerda: Ryan deu lugar a Chávez. Segundo Paiva, por uma “questão de refrescar” o time. O equatoriano, porém, ficou de costas diante do domínio e finalização de Johnny no lance do primeiro gol do Inter. A equipe gaúcha terminou com vitória por 2×0 no Beira-Rio. A posição, por sinal, é uma que não tem dono. Dos três disponíveis, Matheus Bahia começava a se firmar quando se lesionou.

Quarta-feira (31), contra o Santos, uma mudança já é certa: a saída de Thaciano, vetado por já ter jogado na atual edição da Copa do Brasil, pelo Grêmio. As equipes se enfrentam às 19h, na partida de volta das oitavas de final. Como a ida terminou em empate (0x0), quem vencer na Fonte Nova avança às quartas. Em caso de nova igualdade, a classificação sairá nas cobranças de pênaltis.

Na entrevista coletiva após a derrota para o Inter, Paiva explicou que o tempo que Thaciano ficou em campo levou em consideração o fato de ele não poder atuar diante do Peixe. “As mudanças são em função de uma semana com três jogos, que entendo que preciso fazer. Na Copa do Brasil, preciso de gente fresca, por ser um jogo de mata-mata. Como Thaciano não pode jogar a Copa, hoje teria que jogar a maior parte do tempo. Para além de ser um jogador importante nosso”, falou o técnico.

Jogadores preferidos
As 32 escalações promovidas por Paiva já renderam oportunidades a 32 jogadores diferentes. O recordista é o goleiro Marcos Felipe, que só ficou de fora em uma partida: o empate em 1×1 com o Fluminense-PI, pela Copa do Nordeste. Na época, o tricolor tinha poucas chances de avançar ao mata-mata e foi formado com um time de reservas – ainda que treinado pelo português.

Entre os atletas de linha, Biel é o “preferido”, com 24 aparições na equipe titular. O atacante é seguido por Jacaré, com 23 jogos entre os 11 iniciais. Everaldo e Rezende, empatados com 22, fecham o top 3.

Na avaliação após a derrota para o Inter, Paiva comentou sobre a pressão por resultados, mas reforçou o que disse ainda antes do início da temporada: está em um processo de reformulação, que leva tempo.

“Quando eu vim jogar aqui contra o Palmeiras pelo Independiente del Valle, Abel Ferreira estava na corda bamba para ser despedido. Ganhou, e a partir daí disparou e fez a carreira que fez. Luís Castro, nos primeiros meses, passou por confusão, hoje é líder do campeonato. Fernando Diniz, para não dizer que eu falo só de portugueses, também tem uma carreira a subir a pulso. Muito criticado e hoje dá as cartas no futebol brasileiro. Ou seja, é dar tempo ao trabalho. Deem tempo ao trabalho. Se não tiver tempo, como podemos provar?”, argumentou.

“Todo tempo que peço aqui é porque o Palmeiras tem uma equipe montada, com ideia de jogo definida. Era chegar e aproveitar o que já está bem feito. Eu cheguei em uma realidade com tudo do zero. Esse é o ano zero, e vamos passar por problemas. Vai ser um caminho duro, mas estou aqui para fazer. Os começos são difíceis”, completou.

Todas as escalações de Renato Paiva no Bahia:

  1. Bahia 3×1 Juazeirense (1ª rodada do Campeonato Baiano)
    Escalação: 
    Marcos Felipe, Douglas Borel, Kanu, Raul Gustavo e Matheus Bahia; Rezende, Mugni e Daniel; Caio Vidal, Ricardo Goulart e Jacaré.
  2. Jacuipense 0x1 Bahia (2ª rodada do Campeonato Baiano)
    Duas mudanças: 
    Saíram Caio Vidal e Ricardo Goulart; entraram Everaldo e Biel;
    Escalação: Marcos Felipe, Douglas Borel, Kanu, Raul Gustavo e Matheus Bahia; Rezende, Mugni e Daniel; Jacaré, Everaldo e Biel.

  3. Bahia 2×1 Atlético de Alagoinhas (3ª rodada do Campeonato Baiano)
    Quatro mudanças: 
    Saíram Matheus Bahia, Mugni, Jacaré e Everaldo; entraram Ryan, Acevedo, Kayky e Ricardo Goulart
    Escalação: Marcos Felipe, Douglas Borel, Kanu, Raul Gustavo e Ryan; Rezende, Acevedo e Daniel; Kayky, Biel e Ricardo Goulart.

  4. Sampaio Corrêa 1×0 Bahia (1ª rodada da Copa do Nordeste)
    Três mudanças: 
    Saíram Ryan, Daniel e Ricardo Goulart; entraram Chávez, Mugni e Everaldo
    Escalação: Marcos Felipe, Douglas Borel, Kanu, Raul Gustavo e Chávez; Rezende, Acevedo e Lucas Mugni; Kayky, Biel e Everaldo.

  5. Jacobinense 1×0 Bahia (4ª rodada do Campeonato Baiano)
    Oito mudanças: 
    Saíram Borel, Kanu, Raul Gustavo, Chávez, Rezende, Acevedo, Kayky e Biel; entraram Cicinho, Marcos Victor, David Duarte, Ryan, Diego Rosa, Daniel, Caio Vidal e Jacaré;
    Escalação: Marcos Felipe, Cicinho, Marcos Victor, David Duarte e Ryan; Diego Rosa, Lucas Mugni e Daniel; Caio Vidal, Jacaré e Everaldo.
  6. Bahia 1×0 Vitória (5ª rodada do Campeonato Baiano)
    Oito mudanças: 
    Saíram Marcos Victor, David Duarte, Ryan, Diego Rosa, Lucas Mugni, Caio Vidal, Jacaré e Everaldo; entraram Kanu, Raul Gustavo, Chávez, Rezende, Acevedo, Kayky, Biel e Ricardo Goulart.
    Escalação: Marcos Felipe, Cicinho, Kanu, Raul Gustavo e Chávez; Rezende, Acevedo e Daniel; Kayky, Biel e Ricardo Goulart.

  7. Barcelona de Ilhéus 1×2 Bahia (6ª rodada do Campeonato Baiano)
    Uma mudança: 
    Saiu Ricardo Goulart; entrou Everaldo;
    Escalação: Marcos Felipe, Cicinho, Kanu, Raul Gustavo e Chávez; Rezende, Acevedo e Daniel; Kayky, Biel e Everaldo.

  8. Bahia 2×2 Ferroviário (2ª rodada da Copa do Nordeste)
    Três mudanças: 
    Saíram Chávez, Rezende e Daniel; entraram Ryan, Diego Rosa e Ricardo Goulart;
    Escalação: Marcos Felipe, Cicinho, Kanu, Raul Gustavo e Ryan; Diego Rosa, Acevedo e Ricardo Goulart; Kayky, Biel e Everaldo.

  9. Bahia 2×1 Bahia de Feira (7ª rodada do Campeonato Baiano)
    Cinco mudanças: 
    Saíram Kanu, Ryan, Acevedo, Ricardo Goulart e Kayky; entraram David Duarte, Chávez, Lucas Mugni, Daniel e Jacaré;
    Escalação: Marcos Felipe, Cicinho, David Duarte, Raul Gustavo e Chávez; Diego Rosa, Lucas Mugni e Daniel; Jacaré, Biel e Everaldo.

  10. Bahia 0x3 Fortaleza (3ª rodada da Copa do Nordeste)
    Duas mudanças: 
    Saíram Lucas Mugni e Jacaré; entraram Acevedo e Kayky;
    Escalação: Marcos Felipe, Cicinho, David Duarte, Raul Gustavo e Chávez; Diego Rosa, Acevedo e Daniel; Kayky, Biel e Everaldo.

  11. Atlético de Alagoinhas 1×2 Bahia (4ª rodada da Copa do Nordeste)
    Sete mudanças: 
    Saíram Cicinho, David Duarte, Chávez, Diego Rosa, Daniel, Biel e Everaldo; entraram Douglas Borel, Marcos Victor, Matheus Bahia, Lucas Mugni, Patrick Verhon, Jacaré e Ricardo Goulart.
    Escalação: Marcos Felipe, Douglas Borel, Marcos Victor, Raul Gustavo e Matheus Bahia; Acevedo, Lucas Mugni e Patrick Verhon; Kayky, Jacaré e Ricardo Goulart.

  12. Sport 6×0 Bahia (5ª rodada da Copa do Nordeste)
    Quatro mudanças: 
    Saíram Matheus Bahia, Lucas Mugni, Patrick Verhon e Ricardo Goulart; entraram Ryan, Miqueias, Cauly e Everaldo;
    Escalação: Marcos Felipe, Douglas Borel, Marcos Victor, Raul Gustavo e Ryan; Miqueias, Acevedo e Cauly; Kayky, Jacaré e Everaldo.

  13. Jacuipense 1×4 Bahia (1ª fase da Copa do Brasil)
    Seis mudanças: 
    Saíram Douglas Borel, Raul Gustavo, Ryan, Miqueias, Kayky e Everaldo; entraram Cicinho, Gabriel Xavier, Matheus Bahia, Rezende, Biel e Ricardo Goulart.
    Escalação: Marcos Felipe, Cicinho, Marcos Victor, Gabriel Xavier e Matheus Bahia; Rezende, Acevedo e Cauly; Jacaré, Biel e Ricardo Goulart.

  14. Bahia 1×1 Vitória (6ª rodada da Copa do Nordeste)
    Duas mudanças: 
    Saíram Cicinho e Acevedo; entraram André e Yago;
    Escalação: Marcos Felipe, André, Marcos Victor, Gabriel Xavier e Matheus Bahia; Rezende, Yago e Cauly; Jacaré, Biel e Ricardo Goulart.

  15. Camboriú 0x1 Bahia (2ª fase da Copa do Brasil)
    Quatro mudanças: 
    Saíram André, Matheus Bahia, Rezende e Ricardo Goulart; entraram Cicinho, Chávez, Acevedo e Everaldo.
    Escalação: Marcos Felipe, Cicinho, Marcos Victor, Gabriel Xavier e Chávez; Acevedo, Yago Felipe e Cauly; Jacaré, Biel e Everaldo.

  16. Itabuna 1×0 Bahia (jogo de ida da semifinal do Campeonato Baiano)
    Quatro mudanças: 
    Saíram Chávez, Yago Felipe, Cauly e Everaldo; Matheus Bahia, Rezende, Daniel e Ricardo Goulart.
    Escalação: Marcos Felipe, Cicinho, Marcos Victor, Gabriel Xavier e Matheus Bahia; Rezende, Acevedo e Daniel; Jacaré, Biel e Ricardo Goulart.

  17. Fluminense-PI 1×1 Bahia (7ª rodada da Copa do Nordeste)
    Dez mudanças: 
    Saíram Marcos Felipe, Marcos Victor, Gabriel Xavier, Matheus Bahia, Rezende, Acevedo, Daniel, Jacaré, Biel e Ricardo Goulart; entraram Mateus Claus, David Duarte, Miqueias, Ryan, Yago Felipe, Diego Rosa, Patrick Verhon, Lucas Mugni, Arthur Sales e Kayky.
    Escalação: Mateus Claus, Cicinho, David Duarte, Miqueias e Ryan; Yago Felipe, Diego Rosa, Patrick Verhon e Lucas Mugni; Arthur Sales e Kayky.

  18. Bahia 4×1 Itabuna (jogo de volta da semifinal do Campeonato Baiano)
    Onze mudanças: Saíram Mateus Claus, Cicinho, David Duarte, Miqueias, Ryan, Yago Felipe, Diego Rosa, Patrick Verhon, Lucas Mugni, Arthur Sales e Kayky; entraram Marcos Felipe, Jacaré, Marcos Victor, Gabriel Xavier, Chávez, Rezende, Acevedo, Cauly, Daniel, Biel e Everaldo.
    Escalação: Marcos Felipe, Jacaré, Marcos Victor, Gabriel Xavier e Chávez; Rezende, Acevedo, Cauly e Daniel; Biel e Everaldo.

  19. Bahia 3×0 CRB (7ª rodada da Copa do Nordeste)
    Três mudanças: Saíram Jacaré, Marcos Victor, Daniel; entraram Kanu, André e Yago.
    Escalação: Marcos Felipe, Kanu, Gabriel Xavier e Rezende; André, Acevedo, Yago, Cauly e Chávez; Biel e Everaldo.

  20. Jacuipense 1×1 Bahia (jogo de ida da final do Campeonato Baiano)
    Três mudanças: Saíram André, Yago e Chávez; entraram Marcos Victor, Jacaré e Matheus Bahia.
    Escalação: Marcos Felipe, Kanu, Gabriel Xavier e Marcos Victor; Jacaré, Rezende, Acevedo, Cauly e Matheus Bahia; Biel e Everaldo.

  21. Bahia 3×0 Jacuipense (jogo de volta da final do Campeonato Baiano)
    Duas mudanças: Saíram Gabriel Xavier e Matheus Bahia; entraram Daniel e Chávez.
    Escalação: Marcos Felipe, Marcos Victor, Kanu e Rezende; Jacaré, Acevedo, Daniel, Cauly e Chávez; Biel e Everaldo.

  22. Volta Redonda 1×2 Bahia (jogo de ida da 3ª fase da Copa do Brasil)
    Duas mudanças: Saíram Marcos Victor e Cauly; entraram Gabriel Xavier e Yago Felipe.
    Escalação: Marcos Felipe, Gabriel Xavier, Kanu e Rezende; Jacaré, Acevedo, Yago Felipe, Daniel e Chávez; Biel e Everaldo

  23. Red Bull Bragantino 2×1 Bahia (1ª rodada do Campeonato Brasileiro)
    Três mudanças: Saíram Acevedo, Daniel e Biel; entraram Thaciano, Cauly e Ademir
    Escalação: Marcos Felipe, Gabriel Xavier, Kanu e Rezende; Jacaré, Yago Felipe, Thaciano, Cauly e Chávez; Ademir e Everaldo.

  24. Bahia 1×2 Botafogo (2ª rodada do Campeonato Brasileiro)
    Duas mudanças: Saíram Kanu e Thaciano; entraram David Duarte e Acevedo.
    Escalação: Marcos Felipe, Gabriel Xavier, David Duarte e Rezende; Jacaré, Acevedo, Yago Felipe, Cauly e Chávez; Ademir e Everaldo.

  25. Bahia 4×0 Volta Redonda (jogo de volta da 3ª fase da Copa do Brasil)
    Quatro mudanças: Saíram Gabriel Xavier, Yago Felipe, Chávez e Ademir; entraram Kanu, Daniel, Matheus Bahia e Biel.
    Escalação: Marcos Felipe, Kanu, David Duarte e Rezende; Jacaré, Acevedo, Daniel, Cauly e Matheus Bahia; Biel e Everaldo.

  26. Vasco 0x1 Bahia (3ª rodada do Campeonato Brasileiro)
    Duas mudanças: Saíram Daniel e Biel; entraram Thaciano e Ademir;
    Escalação: Marcos Felipe, Kanu, David Duarte e Rezende; Jacaré, Acevedo, Thaciano, Cauly e Matheus Bahia; Ademir e Everaldo.

  27. Bahia 3×1 Coritiba (4ª rodada do Campeonato Brasileiro)
    Duas mudanças: Saíram Acevedo e Ademir; entraram Yago Felipe e Biel;
    Escalação: Marcos Felipe, Kanu, David Duarte e Rezende; Jacaré, Yago Felipe, Thaciano, Cauly e Matheus Bahia; Biel e Everaldo.

  28. Santos 3×0 Bahia (5ª rodada do Campeonato Brasileiro)
    Seis mudanças: Saíram Rezende, Jacaré, Yago Felipe, Cauly, Matheus Bahia e Everaldo; entraram Vitor Hugo, Cicinho, Acevedo, Chávez, Ademir e Arthur Sales;
    Escalação: Marcos Felipe, Kanu, David Duarte e Vitor Hugo; Cicinho, Acevedo, Thaciano e Chávez; Ademir, Biel e Arthur Sales.

  29. Bahia 2×3 Flamengo (6ª rodada do Campeonato Brasileiro)
    Cinco mudanças: Saíram David Duarte, Cicinho, Acevedo, Chávez e Ademir; entraram Rezende, Jacaré, Yago Felipe, Cauly e Matheus Bahia.
    Escalação: Marcos Felipe, Kanu, Vitor Hugo e Rezende; Jacaré, Yago Felipe, Thaciano, Cauly e Matheus Bahia; Biel e Arthur Sales.

  30. Santos 0x0 Bahia (jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil)
    Quatro mudanças: Saíram Yago Felipe, Thaciano, Matheus Bahia e Arthur Sales; entraram David Duarte, Acevedo, Ryan e Everaldo.
    Escalação: Marcos Felipe, Kanu, David Duarte e Vitor Hugo; Jacaré, Rezende, Acevedo, Cauly e Ryan; Biel e Everaldo.

  31. Bahia 1×1 Goiás (7ª rodada do Campeonato Brasileiro)
    Três mudanças: Saíram Kanu, Rezende e Acevedo; entraram Gabriel Xavier, Thaciano e Ademir.
    Escalação: Marcos Felipe, Gabriel Xavier, David Duarte e Vitor Hugo; Jacaré, Thaciano, Cauly e Ryan; Ademir, Biel e Everaldo.

  32. Internacional 2×0 Bahia (8ª rodada do Campeonato Brasileiro)
    Três mudanças: Saíram Gabriel Xavier, Ryan e Ademir; entraram Kanu, Rezende e Chávez.
    Escalação: Marcos Felipe, Kanu, David Duarte e Vitor Hugo; Jacaré, Thaciano, Rezende, Chávez e Cauly; Biel e Everaldo.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Michelle Bolsonaro vai assinar coleção de marca de calçados

Lançamento em parceria com a Lilian Soares Calçados será...

Educação de qualidade: Prefeitura avança com obra de escola padrão FNDE

O compromisso da Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas com uma educação de qualidade...

Câncer de pele: os sintomas do tumor de Kevin Jonas, do Jonas Brothers

Reprodução/Facebook 1 de 1 Foto colorida da banda Jonas Brothers - Metrópoles ...

PF indicia ministro das Comunicações, Juscelino Filho

A Polícia Federal indiciou o ministro das Comunicações, Juscelino Filho (União-MA), suspeito de uso...

Mais para você