InícioEditorialPolítica NacionalPalestina pede apoio do Brasil na Corte de Haia contra Israel

Palestina pede apoio do Brasil na Corte de Haia contra Israel

Lula se reuniu com o embaixador palestino no Brasil, Ibrahim Alzeben, no Planalto; em dezembro, África do Sul apresentou processo contra o governo israelense por supostas ações de genocídio em Gaza

Embaixador da Palestina no Brasil, Ibrahim Alzeben, durante entrevista a jornalistas no Palácio do Palácio após encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva Sérgio Lima/Poder360 – 10.jan.2023

Mariana Haubert 10.jan.2024 (quarta-feira) – 13h39

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu nesta 4ª feira (10.jan.2023) com o embaixador da Palestina no Brasil, Ibrahim Alzeben, no Palácio do Planalto. No encontro, o diplomata pediu o apoio do governo brasileiro ao processo instaurado na Corte Internacional de Justiça contra Israel.

A iniciativa foi apresentada pela África do Sul em 29 de dezembro de 2023. Fala em supostas violações da Convenção sobre a Prevenção e Punição do Crime de Genocídio no conflito na Faixa de Gaza. As primeiras audiências do processo devem começar na 5ª feira (11.jan.2024).

“Pedimos sim apoio do Brasil a essa iniciativa da África do Sul para por fim a esse genocídio contra o povo palestino e libertar tanto, neste caso, o povo de Israel quanto o povo da Palestina desse episódio”, disse Alzeben.

A Corte Internacional de Justiça, também conhecida como Tribunal de Haia, é a principal instância das Nações Unidas na área judicial. É responsável por julgar disputas entre Estados. Fica localizada em Haia, na Holanda. Entenda o funcionamento da corte neste vídeo.

De acordo com ele, Lula respondeu que está estudando o caso. “A posição do Brasil está clara em condenar qualquer tipo de genocídio contra qualquer ser humano”, afirmou o embaixador.

Alzeben disse que agradeceu a Lula pela posição brasileira de apoio à criação do Estado da Palestina.

Expressamos nossa gratidão ao Brasil, ao senhor presidente, pela posição de apoio à solução de 2 Estados, pelo fim do conflito, agressão e genocídio ao povo palestino em Gaza e a repressões e agressões na Cisjordânia e em Jerusalém. Coincidimos em vários pontos de que a paz é a única solução para o conflito e a criação do Estado da Palestina são imperativos que tem que ser criado e respeitado baseado no direito internacional humanitário”, disse.

O chanceler, Mauro Vieira, e o assessor especial da Presidência, Celso Amorim, acompanharam a reunião.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Pré-candidato pelo PL no Rio posta foto com fuzil e faz ameaça

Reprodução/Instagram 1 de 1 rodrigo neves policia civil ...

Relembre a morte de 9 estrelas de Direito de Amar, de volta à Globo

Reprodução 1 de 1 Foto colorida da novela Direito de Amar - metrópoles ...

Ciclone extratropical começa a se formar no Sul do Brasil

Um ciclone extratropical vai começar a se formar no Sul do Brasil a partir...

Mais para você