InícioEditorialPolítica NacionalPF intima Bolsonaro, Michelle, Wassef e Mauro Cid para depoimentos simultâneos

PF intima Bolsonaro, Michelle, Wassef e Mauro Cid para depoimentos simultâneos

Todos são citados em investigação sobre suposta venda de joias; ex-presidente também será questionado sobre grupo com empresários

Foto: Alan Santos/PR

Ex-primeira-dama do Brasil Michelle Bolsonaro olha para seu marido Jair Bolsonaro, ex-presidente da República

A Polícia Federal (PF) intimou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro e outras seis pessoas investigadas no caso das joias a prestarem depoimento simultâneo no próximo dia 31 de agosto. Os investigadores querem ouvir todos ao mesmo tempo para evitar a chance de combinarem versões. Além de Bolsonaro e Michelle, foram intimados: Mauro César Barbosa Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro; Mauro César Lourena Cid, pai de Mauro Cid, general da reserva do Exército; Fábio Wajngarten, advogado de Bolsonaro e ex-chefe da Secretária de Comunicação da Presidência; Frederick Wassef, advogado de Bolsonaro; Marcelo Câmara, assessor especial do ex-presidente; e Osmar Crivellati, assessor de Bolsonaro. Todos são citados na investigação sobre a suposta venda de presentes de luxo recebidos pelo ex-presidente.

Bolsonaro e a ex-primeira-dama tiveram os sigilos fiscal e bancário quebrados na investigação. A PF quer saber se há transações suspeitas que liguem o casal à venda ilegal de presentes diplomáticos. O criminalista Daniel Bialski, contratado para representar Michelle, deixou o caso alegando que os advogados de Bolsonaro vão cuidar da defesa do casal.

Os depoimentos estão previstos no mesmo dia em que o ex-presidente já é esperado na PF para dar explicações sobre conversas com empresários em um grupo sobre suposta tentativa de golpe de Estado. Diálogos recuperados pela Polícia Federal mostram que Joseph Nigri, fundador da Tecnisa, atribui a Bolsonaro uma ordem para espalhar fake news.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Canadá propõe regras para atuação de plataformas digitais

A Lei de Danos On-line foi apresentada ao Parlamento pelo governo de Justin Trudeau;...

Traficante preso por 720 kg de cocaína é sócio de rapper TZ da Coronel

São Paulo — No dia 22 de fevereiro de 2022, a Polícia Militar (PM)...

Quem é “Firmeza”, sócio de rapper e apontado como fornecedor do CV

São Paulo — Apontado pela Polícia Federal (PF) como um fornecedor graúdo de drogas...

Tarcísio relembra ‘legado’ do governo Bolsonaro e agradece a padrinho político: ‘Nos mostrou o caminho’

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP), discursou neste domingo, 25, durante...

Mais para você