InícioEditorialPolítica NacionalPlanalto determina suspensão da cobrança de Pix para pessoa jurídica

Planalto determina suspensão da cobrança de Pix para pessoa jurídica

Banco havia anunciado que passaria a cobrar tarifas na realização de transferências instantâneas para pessoas jurídicas a partir de 19 de julho

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Caixa não mais cobrará para realizar transferência via Pix entre contas de pessoas jurídicas

O governo federal determinou que a Caixa Econômica Federal suspenda a decisão de cobrar tarifas sobre as transferências financeiras instantâneas realizadas entre pessoas jurídicas. A medida ocorre após o banco público anunciar que iniciaria a cobrança a partir de 19 de julho entre aqueles que possuem contas de pessoa jurídica privada, sem onerar os Microempreendedores Individuais (MEIs) e as pessoas jurídicas públicas. De acordo com a Caixa, a cobrança havia sido autorizada pelo Banco Central desde o fim de 2020 e já é realizada em outras instituições bancárias.

De acordo com o planejamento da Caixa, haveria a cobrança de transferências de recursos realizados entre pessoas jurídicas e físicas, de chave Pix e iniciador de pagamentos ou então envio de transferência de pessoa jurídica para outra pessoa jurídica através da inserção manual de dados e chave Pix. Entre o montante que seria cobrado pelo banco público, estariam o valor mínimo de R$ 1 e o máximo, de R$ 8,50. No caso de recebimento de Pix via pessoa jurídica, os valores poderiam chegar a R$ 130. Meio de pagamento mais utilizado no Brasil desde o seu lançamento, em 2020, o Pix superou as cem milhões de transações em dezembro do último ano após o pagamento do 13º salário. Anteriormente, o recorde foi contabilizado em 30 de novembro, quando ocorreram 99,4 milhões de transações em um único dia.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Veja imagens do ato de Bolsonaro em Copacabana, no Rio

Apoiadores levaram bandeiras do Brasil e de Israel, representações da Constituição e cartazes em...

Juízes afastados pelo CNJ recorrem ao STF e dizem que medida foi “excessiva e inadequada”

Foto: Luiz Silveira/Ag.CNJ O corregedor Luis Felipe Salomão, do Conselho Nacional de Justiça,...

Homem morre em unidade hospitalar, após grave acidente na BR-101 em Teixeira

ARIVALDO SILVA OLIVEIRA (47 anos), morreu numa unidade médica na cidade de Teixeira de...

NOTA DE FALECIMENTO – Antônio Bernardo da Silva

Antônio Bernardo da Silva Data de falecimento: 20/04/2024 Saiba mais informações sobre o serviço de notas...

Mais para você