InícioNotíciasPolíticaPolicial ataca mulher por espera de 3 minutos para abrir portão. Vídeo

Policial ataca mulher por espera de 3 minutos para abrir portão. Vídeo

Um piloto aviador da Polícia Civil de Alagoas agrediu com socos e empurrões uma mulher que entrava no prédio do noivo, onde mora, em Maceió (AL). Segundo boletim policial ao qual o Metrópoles teve acesso, o policial se enfureceu porque a mulher demorou para entrar no bloco, localizado no bairro de Jacarecica. A espera não chegou a durar três minutos.

A mulher de 30 anos chegou na casa do noivo durante a madrugada do dia 2 de dezembro. Ela esqueceu a tag para abrir o portão eletrônico e chamou o porteiro para ajudar. Logo depois, o policial civil identificado como Cleyton Serpa dos Santos, 40 anos, chega em um carro também para entrar no condomínio.

Ele se irrita com a demora da mulher para conseguir abrir o portão e, segundo relatos feitos na delegacia de polícia, começa a gritar, xingar e agredir a moça. Conforme mostra vídeo, ele dá socos na mulher, que cai no chão desnorteada. Quando ela tenta levantar, o homem desfere novos golpes contra a nutricionista.

Veja vídeo:

Durante as agressões, o homem gritava que era policial e que nada aconteceria contra ele. Disse ainda que andava armado e morava ali no mesmo prédio da vítima.

A espera do homem antes de agredir a mulher foi de 2 minutos e 55 segundos. Ele também agride uma pessoa que estava no carro com ele. Segundo testemunhas, seria o próprio filho do policial.

Assustada e muito machucada, a vítima foi à polícia e prestou queixa contra o policial. Ela teve lesões na mandíbula, na boca, nos braços, nas pernas, além do medo que tem vivido após as agressões.

Veja imagens:

imagem colorida de lesões em mulher agredida por policial civil de Alagoas Cleyton Serpa

A mulher de 30 anos teve diversos hematomas nos braços após agressões Material cedido ao Metrópoles

imagem colorida de mulher agredida pelo policial civil Clayton Serpa no hospital

A vítima precisou de atendimento médico após ser espancada Material cedido ao Metrópoles

Imagem colorida de mulher com as pernas feridas após agressão de policial civil de Alagoas, Clayton Serpa

Após as agressões do policial, a mulher apresentou hematomas nas pernas Material cedido ao Metrópoles

Imagem colorida de mulher com boca ferida após agressão de policial civil de Alagoas, Clayton Serpa

A mulher agredida teve feridas na boca

Imagem colorida de Cleyton Serpa, policial civil acusado de agredir mulher em condomínio

Clayton Serpa é policial civil e é acusado de agredir uma mulher em frente ao condomínio onde mora, em Alagoas Material cedido ao Metrópoles

O policial acusado de bater na mulher já foi homenageado pelo Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) pelos serviços prestados como policial civil aviador, integrante do Grupamento Aéreo da Segurança Pública. Também é responsável por ministrar cursos de tripulantes para a Polícia Civil.

O Metrópoles entrou em contato por e-mail com o governo de Alagoas e com a Polícia Civil para tratar do tema. No entanto, até a publicação desta reportagem, não havia recebido resposta. A reportagem também não conseguiu identificar quem faz a defesa do policial. O espaço segue aberto para manifestações.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Valdemar retira assassino de Chico Mendes do comando do PL no Pará

Darci Alves, atualmente conhecido como Pastor Daniel, cometeu o crime em 1988; tinha tomado...

Thaís Fersoza é detonada por esposa do ex-BBB Maycon: “Humilhou”

Franciane de Souza, mulher do ex-BBB Maycon Cosmer, desabafou sobre a diferença de tratamento...

Reforma tributária: relator cita preocupação com calendário eleitoral

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), relator da reforma tributária na Câmara dos Deputados,...

PF deflagra operação contra grupo que usava empresas ‘fantasmas’ para tráfico de drogas

A Polícia Federal e o GAECO/MPMT deflagraram na manhã desta quarta-feira, 28, a Operação...

Mais para você