InícioPrefeita do Prado autoriza aumento salarial para profissionais da Educação

Prefeita do Prado autoriza aumento salarial para profissionais da Educação

A Prefeitura do Prado convocou, em regime de urgência, sessão extraordinária na Câmara de Vereadores, marcada para às 09h00 da manhã desta próxima quarta-feira, dia 17. Na pauta de emergência está o projeto de Lei N.º 06/2013, de autoria da Prefeita Mayra Brito, alterando os valores recebidos por profissionais do quadro de professores (tanto para carga horária de 20, quanto 40 horas), servidores do quadro suplementar, coordenadores e técnicos pedagógicos. Segundo a Prefeita, a atual administração está empenhada e comprometida em oferecer melhores condições de ganho.

prefeita_prado_mayra_brito_5

O aumento autorizado chega à 8% (oito por cento). Os funcionários devem começar a receber os salários reajustados a partir do próximo pagamento, à depender, no entanto, da participação do mínimo de dois terços dos vereadores, na sessão desta quarta-feira. Em Prado, como são onze as cadeiras, é necessária a presença de oito vereadores para que o projeto seja aprovado.

Esta reunião dos parlamentares pradenses será uma grande oportunidade para os profissionais da Educação acompanhar o compromisso de seus representantes no legislativo. Se não houver quórum suficiente, a classe só receberá o aumento depois do retorno do recesso, no próximo mês de agosto. O reajuste, então, só será recebido, no mínimo, um mês depois.

REAJUSTE PELO PAÍS, SAIBA MAIS
Em São Paulo, o governador Geraldo Alckmin, autorizou reajuste com o mesmo índice. Nacionalmente, o Ministério da Educação (MEC) estabeleceu reajuste de 7,97% do piso salarial dos professores do ensino básico da rede pública (educação infantil e nível médio). O reajuste é determinado pelo artigo 5° da Lei N.° 11.738, de 16 de julho de 2008, que institui a atualização anual do piso salarial dos profissionais do magistério público da educação básica.
Vale lembrar que, o reajuste dos salários dos professores está diretamente ligado ao crescimento da economia brasileira. Portanto, se o desempenho econômico for bom, mais receita terá o fundo e maior será o reajuste.
Segundo o jornal Folha de São Paulo, a desaceleração econômica do ano passado e a consequente queda de receitas, explicam o motivo do reajuste salarial deste ano, ter sido bem menor do que o de 2012, em que foi estabelecido o percentual de 22,22%.

Por / Primeiro Jornal

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Beijos forçados e toques nas partes íntimas, PM preso suspeito de estuprar adolescente em Itamaraju

Um policial militar foi preso suspeito de estuprar uma adolescente de 15 anos, quando...

Estudo identifica proteína que ajuda covid a fugir do sistema imune

Descoberta de novo mecanismo de evasão viral representa avanço na imunoterapia e perspectiva promissora...

Quem é Luciane, mãe de Matteus, também envolvida em polêmica de cotas

O ex-BBB Matteus Amaral virou assunto nesta sexta-feira (14/6) devido a fraude de cotas...

Movimento no União Brasil pode barrar candidatura de Elmar à Câmara

Parece que, além da resistência do governo em relação ao nome de Elmar Nascimento...

Mais para você