InícioEditorialPolítica NacionalRelatora da CPMI do 8 de Janeiro defende nova convocação de Silvinei...

Relatora da CPMI do 8 de Janeiro defende nova convocação de Silvinei Vasques: ‘Mentiu de forma escancarada’

A relatora da CPMI do 8 de Janeiro, senadora Eliziane Gama (PSD-MA), quer convocar novamente o ex-diretor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Silvinei Vasques, preso nesta quarta-feira, 9, para depor no colegiado. O ex-PRF responde por suspeita de interferência nas eleições presidenciais. “Hoje, mais que nunca, a partir desta prisão, está clara a necessidade de reconvocação”, declarou a parlamentar, que também alega que Vasques teria mentido durante seu primeiro depoimento à CPMI. “Quando o Silvinei esteve aqui na comissão, ele mentiu de uma forma escancarada em várias linhas. Tivemos, aliás, vários pontos que conseguimos comprovar, inclusive no momento da oitiva dele, que ele estava mentindo. Encaminhamos representação ao Ministério Público Federal para que tomasse as devidas providências.” Vasques é investigado em razão das operações feitas pela PRF em estradas no dia do segundo turno da eleição presidencial de 2022. Os bloqueios teriam sido direcionados a cidades do Nordeste com maioria de eleitores do atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na intenção de atrasar sua chegada aos locais de votação. O ex-titular da PRF foi preso em Florianópolis e deve prestar depoimento à PF nesta quinta-feira, 10.

A relatora da comissão também afirmou que esperava que o depoimento de Walter Delgatti Neto, hacker acusado de ter sido contratado para interferir nas urnas durante o processo eleitoral de 2022, acontecesse nesta quinta-feira, 10, mas a oitiva deve ser remarcada para o dia 17 de agosto. “Está prevista de fato a vinda dele. Há uma complexidade em torno da vinda dele, porque ele está preso. Então, tem toda uma logística para que se possa efetivar a chegada dele até esta comissão. Ele não está em Brasília, daí a complexidade.”

O presidente da CPMI, deputado Arthur Maia (União), também afirmou nesta terça que a comissão deve votar, na próxima reunião, uma nova convocação do tenente-coronel Mauro Barbosa Cid, ex-ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro. O requerimento que pede a convocação foi protocolado pelo senador Jorge Kajuru (PSB). O parlamentar também pede a quebra dos sigilos fiscais e bancários dos pais de Mauro Cid, mas ainda não há data para análise destes requerimentos.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Conselho recomenda que Defesa se desculpe por golpe de 1964

Documento foi aprovado depois de o presidente Lula (PT) vetar qualquer evento relacionado aos...

Dia D da vacinação contra a dengue será no sábado (13)

Neste sábado (13), A Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas realizará o Dia D...

Prefeito de Salvador sobre festa para Davi Brito: “Tudo organizado”

Davi Brito se consagrou como o primeiro finalista do BBB24 e no que depender...

Lula diz ter sido preso “pela maior mentira contada nesse país”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, nesta sexta-feira (12/4), ter sido...

Mais para você