InícioEditorialPolítica NacionalMoraes dá 10 dias para PF ouvir Bolsonaro sobre atos de 8...

Moraes dá 10 dias para PF ouvir Bolsonaro sobre atos de 8 de janeiro

Determinação do ministro da Suprema Corte atende a pedido da Procuradoria-Geral da República

Carlos Moura/SCO/STF

Decisão atende a pedido da Procuradoria-Geral da República

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu prazo de 10 dias para que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) preste depoimento à Polícia Federal sobre os atos de 8 de janeiro, em Brasília – quando as sedes do Três Poderes foram invadidas e depredadas. “Defiro o requerimento formulado pela Procuradoria-Geral da República e determino à Polícia Federal que proceda a oitiva de Jair Messias Bolsonaro, no prazo máximo de 10 (dez) dias, devendo a PGR ser previamente avisada do dia agendado para, se entender necessário, acompanhar a oitiva”, diz Moraes no despacho, assinado nesta sexta-feira, 14. De acordo com o magistrado, o retorno de Bolsonaro ao Brasil viabiliza o depoimento, considerado uma “medida indispensável ao completo esclarecimento dos fatos investigados”.

A decisão atende a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Em 13 de janeiro, o órgão à Suprema Corte a inclusão de uma representação contra o ex-mandatário no inquérito 4.921, que apura o episódio de vandalismo e violência nas sedes dos Três Poderes. Segundo a PGR, ao publicar um vídeo questionando as eleições presidenciais, Bolsonaro feito incitação pública à prática de crime.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Líderes europeus criticam imigração ilegal em evento em Madri

Premiê da Itália e a deputada francesa Marine Le Pen pediram fortalecimento das fronteiras...

Espanha exige desculpa de Milei por xingar esposa do primeiro-ministro

Tomas Cuesta/Getty Images 1 de 1 Foto colorida de Javier Milei, presidente da Argentina...

Paulo Pimenta expõe divergências com Eduardo Leite sobre as enchentes no RS

O ministro Paulo Pimenta, designado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para coordenar...

Estragos no RS não são motivo para “liberou geral”, diz Bruno Dantas

Presidente do TCU afirma ver no ministro da Fazenda, Fernando Haddad, um aliado para...

Mais para você