InícioNotíciasPolicialRita Lee xingou PMs e foi presa em 'último show da carreira'

Rita Lee xingou PMs e foi presa em ‘último show da carreira’

Com uma carreira marcada por lutas e polêmicas, a cantora não ‘descansou’ nem naquele que seria seu último show. Em 2012, quando tinha 64 anos, a artista bateu de frente com policiais e acabou a noite na delegacia durante apresentação em Aracaju, capital de Sergipe.

Morre Rita Lee

Pitty já dividiu os palcos com Rita Lee e tinha relação de ‘mãe e filha’

Rita Lee consagrou-se rainha do rock após expulsão de Os Mutantes

Velório de Rita Lee será aberto ao público; corpo será cremado

Rita, que morreu nesta segunda-feira (8), fora enquadrada no crime de “desacato e apologia ao crime ou ao criminoso”.

“Olha, se a polícia bater, eu vou falar para o Brasil inteiro, denuncio e processo. Isso é força brutal. Vocês não têm o direito de usar a força na ‘meninada’ que não está fazendo nada. Cadê o responsável? Eu quero falar, tenho o direito. Esse show é meu, não é de vocês. Esse show é minha despedida do palco e vocês continuam tendo que guardar as pessoas, não agredir. Seus cachorros – coitados dos cachorros. Cafajestes. Vocês estão fazendo de propósito. Eu sou do tempo da ditadura. Vocês pensam que eu tenho medo?”, disse Rita, entre aplausos e gritos eufóricos da plateia.

“Vem aqui. Eu sou mulher. Tenho três filhos, uma neta, 64 anos. O que vocês vão fazer? É isso que vocês querem: chamar atenção. […] Cadê por escrito que vocês têm que fazer isso? […] O que é isso? Não, eu não vou esperar. Esse show é meu. As pessoas estão me esperando cantar. Não é a gracinha de vocês, seus [palavrão]. Vêm me prender. Agora vêm aqui”, enfrentou Rita.

Na época, a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública de Sergipe soltou nota informando que Rita começou a se dirigir aos policiais faltando cerca de 40 minutos para acabar o show.

Logo após o ocorrido, Rita comentou sobre o caso em seu Twitter. “Polícia dando trabalho para mim. Quer me prender. Embasamento legal não há. Não retiro uma palavra do que disse, o show era meu!”, publicou.

Em seguida, Rita completou: “Alô ‘twittlawyers’, polícia abusiva e abusada, não sou obrigada a fazer o que me pedem: ir à delegacia agora, ou amanhã às 9h. Último show e ela vai presa? Não poderia ser mais ‘la cantante’, afff”.

Após a polêmica, no entanto, Rita desistiu de seguir com a ideia de que aquele seria o seu último show e retornou aos palcos com uma turnê para comemorar os 50 anos de carreira.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Bolsonaro já está em São Paulo para ato na Paulista no domingo

Ex-presidente toma café da manhã com apoiadores na capital;...

Ministros do STF estarão atentos a ato de Bolsonaro em São Paulo

Os ministros do Supremo Tribunal Federal se comprometeram a acompanhar o ato de Jair...

Buscas por fugitivos de penitenciária federal de Mossoró chegam ao 11º dia

As buscas pelos dois detentos que fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio...

CEO da Vale diz confiar no conselho para decidir nova gestão

Recondução de Eduardo Bartolomeo à presidência da mineradora é impasse no colegiado; mandato vai...

Mais para você