InícioNotíciasPolítica“Rua não é endereço”, diz prefeito de SP sobre retirada de barracas

“Rua não é endereço”, diz prefeito de SP sobre retirada de barracas

São Paulo – O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), comemorou neste sábado (1º/4) a derrubada de liminar que proibia a retirada de barracas de moradores de rua em vias e calçadas da cidade durante o dia.

Uma decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) dessa sexta-feira (31/3) suspendeu a liminar que proibia a ação por parte da prefeitura, que havia sido obtida em fevereiro em ação movida pelo deputado federal Guilherme Boulos (PSol), adversário político de Nunes.

“Muito importante essa decisão do TJSP que caça a liminar, onde seu autor defende as barracas nas ruas e nas calçadas de São Paulo. Rua não é endereço. Barraca não é lar. Não é digno que as pessoas fiquem nas ruas expostas ao sol, ao chuva, sem um banheiro, um chuveiro, uma torneira”, afirmou o prefeito.

No despacho, o desembargador Ribeiro de Paula afirmou não haver indícios de irregularidades na ação do município, além de não enxergar “omissões específicas na prestação do serviço de zeladoria urbana”.

Montagem com fotos de Ricardo Nunes e Guilherme Boulos

Ricardo Nunes e Guilherme Boulos devem rivalizar na disputa pela prefeitura em 2024Montagem com fotos de Governo do Estado de São Paulo e Fábio Vieira/Metrópoles

Guilherme Boulos e Luiz Inácio Lula da Silva

Guilherme Boulos e Luiz Inácio Lula da SilvaFábio Vieira/Metrópoles

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, observa o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, durante discurso em cerimônia oficial

Ricardo Nunes busca o apoio do governador Tarcísio de Freitas para a eleição municipalGoverno do Estado de São Paulo/Divulgação

Ricardo Nunes

O prefeito de São Paulo, Ricardo NunesGoverno do Estado de São Paulo

Ricardo Nunes alegou ainda que a medida se faz necessária para não atrapalhar o direito de ir e vir das pessoas. “Não é razoável que alguém que more aqui, que venha nos visitar ou que trabalhe na cidade de São Paulo tenha tolhido o seu direito de transitar pelas calçadas por conta de barracas”, afirmou.

O mandatário também destacou os serviços de oferecidos pelo município para a população vulnerável.

“Estamos fazendo a ampliação dos nossos acolhimentos. Contratamos 3.500 vagas de hoteis, principalmente para famílias com crianças e idosos, todos esses serviços com acompanhamento de assistente social e oferecimento de café da manhã, almoço, café da tarde e janar”, disse o prefeito.

Em nota, a Prefeitura informou que vai reunir equipes para o andamento nas ações em toda a região central, “após o cumprimento da suspensão do serviço desde 17 de fevereiro”.

De acordo com o último censo realizado pela adminstração municipal, a capital paulista tem cerca de 32 mil pessoas vivendo em situação de rua.

Guilherme Boulos e Ricardo Nunes provavelmente serão adversários na eleição para prefeito em 2024. De olho na disputa, os dois vêm trocando farpas nas últimas semanas. O psolista ascendeu na carreira polícia como líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Mercado reage mal após Lula revisar meta de superavit

Economistas elevaram projeções do dólar e da Selic; moeda norte-americana chegou a R$ 5,28...

IBGE vende mapa com Brasil no centro do mundo. Saiba como comprá-lo

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai começar a vender o mapa-múndi...

Mais para você