InícioNotíciasPolíticaSem acordo: governo encerra negociação com servidores do meio ambiente

Sem acordo: governo encerra negociação com servidores do meio ambiente

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) informou que a mesa de negociação com os servidores da ala ambiental do governo foi encerrada. O órgão encaminhou, nesta sexta-feira (7/6), documento à Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Especialista em Meio Ambiente (Ascema Nacional) sobre o fim das discussões.

“Conforme informado na última reunião da mesa específica, o governo chegou ao limite máximo, do ponto de vista orçamentário, do que é possível oferecer. Isto posto, o MGI aguarda posicionamento formal da entidade dos servidores, esclarecendo que o prazo limite para continuidade da mesa já está esgotado”, informou o diretor de Relações de Trabalho, Mario Dos Santos Barbosa.

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) rejeitou a última contraproposta apresentada pelos servidores e indicou impossibilidade de atender a demanda. A medida acontece poucos dias depois que o petista reuniu no Palácio do Planalto a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e diversos representantes da área ambiental para apresentar um balanço da ação do governo federal.

Lula-Marina-Silva (3)

Hugo Barreto/Metrópoles @hugobarretophoto

lula e marina

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, assinaram nesta quarta-feira (5/6) decretos de preservação ambiental Hugo Barreto/Metrópoles @hugobarretophoto

IBAMA

Reprodução

ibama operação vale do javari garimpo ilegal

Ibama/Reprodução

Na ocasião, marcada para o Dia Mundial do Meio Ambiente (5/6), Marina Silva reforçou que tem conversado com o Ministério da Gestão para garantir a valorização dos servidores e indicou que o governo Lula está comprometido na proteção ambiental.

Marina Silva chegou a se reunir com a ministra Esther Dweck (Gestão) para discutir a reestruturação da carreira da ala ambiental. Representantes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) estiveram presentes.

A última contraproposta dos servidores, encaminhada em 10 de maio, cedeu em alguns pontos da reivindicação original da categoria, mas manteve pontos importantes para os servidores.

Por exemplo, aceitou as propostas do MGI para criação de uma tabela de remuneração com 20 níveis salariais e o adiamento do debate sobre a gratificação por atividade de risco.

No entanto, manteve o pedido de inclusão da carreira ambiental na Lei de Indenização de Fronteira e o estabelecimento das tabelas remuneratórias do Plano Especial de Cargos do Ministério do Meio Ambiente e do Ibama.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Democracia derrotou comunismo e fascismo, diz Barroso

Segundo o presidente do STF, o regime foi a ideologia vitoriosa do século e...

Neto de Luiz Gonzaga diz que família não autorizou hit de Juliette

Reprodução/Redes Sociais 1 de 1 Montagem colorida em que Daniel Gonzaga aparece de um...

Saiba quem é o homem misterioso que surgiu ao lado de Beatriz Reis

Na noite dessa sexta-feira (21/6), Beatriz Reis pegou os fãs de surpresa ao compartilhar...

Barroso defende reforma tributária e regulamentação das plataformas digitais

Em Oxford, durante o Brazil UK Forum, o presidente do STF disse que há...

Mais para você