InícioEditorialPolítica NacionalSenadores se reúnem com governo para falar de fuga em Mossoró

Senadores se reúnem com governo para falar de fuga em Mossoró

Encontro foi realizado a portas fechadas e teve lista limitada de pessoas presentes para que não haja vazamento sobre estratégia das buscas

Secretário da Senapen, André Garcia, reforçou as melhorias que penitenciárias federais passaram após a fuga ao ser questionado por senadores Divulgação/Sindipúblicos

PODER360 27.fev.2024 (terça-feira) – 22h27

Senadores que integram a Comissão de Segurança Pública do Senado se reuniram com o secretário de Políticas Penais do Ministério da Justiça, André Garcia, nesta 3ª feira (27.fev.2024). Garcia foi convidado a participar da audiência para debater a situação dos 5 presídios federais de segurança máxima em funcionamento no Brasil: Brasília, Campo Grande (MS), Catanduvas (PR), Mossoró (RN) e Porto Velho.

Sugerida pelo senador Sergio Moro (União Brasil-PR), a audiência foi motivada pela fuga de 2 presos da unidade federal de Mossoró em 14 de fevereiro. Foi a 1ª registrada no sistema penitenciário federal desde sua criação, em 2006, para isolar lideranças de organizações criminosas e presos de alta periculosidade.

No requerimento, Moro justificou a necessidade de representantes do Ministério da Justiça e Segurança Pública comparecerem ao Senado e prestarem informações à comissão. “A inédita fuga do último dia 14 de fevereiro é preocupante e gera questionamentos sobre a capacidade dos instrumentos disponíveis à repressão do crime organizado”, declarou o congressista.

O acesso à reunião foi limitado a senadores e a poucos assessores a fim de evitar a divulgação de informações sensíveis, como as medidas para tentar recapturar os 2 fugitivos. De acordo com Moro, os integrantes da comissão questionaram o secretário a respeito de eventuais falhas estruturais da unidade potiguar e em equipamentos de segurança.

“Houve indagações. [Por exemplo,] as câmeras de segurança falharem, ter câmeras queimadas, apagadas, é algo que acontece. Nenhum equipamento dura para sempre. A grande questão é por que [o problema] não foi remediado, por que não foi reposto”, declarou Moro a jornalistas, depois do fim da audiência.

De acordo com o senador, Garcia detalhou as medidas de reforço da segurança das penitenciárias federais anunciadas após a fuga, reforçando o compromisso do governo federal de enviar ao Congresso Nacional um projeto de lei que busca reestruturar a carreira dos policiais penitenciários federais.

Participaram da audiência, além de Sergio Moro, os senadores Alessandro Vieira (MDB-SE), Carlos Viana (Podemos-MG), Marcos do Val (Podemos-ES), Sérgio Petecão (PSD-AC), Flávio Bolsonaro (PL-RJ), Hamilton Mourão (Republicanos-RS), Margareth Buzetti (PSD-MT), Jorge Kajuru (PSB-GO), Jaques Wagner (PT-BA), Damares Alves (Republicanos-DF) e Soraya Thronicke (Podemos-MS).

Com informações da Agência Brasil.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Haddad pede compromisso ao Congresso para votar tributária em 2024

O ministro da Fazenda foi à Residência Oficial do presidente do Senado nesta 4ª...

Fachin e Gilmar são a favor de registro na Justiça e prazos para apurações do Ministério Público

Foto: Antonio Augusto/ STF Os ministros Edson Fachin e Gilmar Mendes, do STF...

Wanessa tira satisfação com bailarina que não olhou para ela no BBB 24

Wanessa Camargo participou do BBB 24 e ficou chateada com uma situação específica no...

Senado vota Perse na próxima terça. Daniella Ribeiro será relatora

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou, nesta quarta-feira (24/4), que a...

Mais para você