InícioNotíciasPolíticaSete apoiadores de atos antidemocráticos têm contas retidas no Twitter

Sete apoiadores de atos antidemocráticos têm contas retidas no Twitter

Sete perfis no Twitter foram suspensos por decisão judicial após publicarem manifestações favoráveis aos atos antidemocráticos que vandalizaram as sedes dos Três Poderes. São contas de perfis que apoiam o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), como Barbára Destefani, do canal Te Atualizei, e a professora Paula Marisa.

Além disso, o grupo também inclui três políticos bolsonaristas: o deputado federal eleito Nikolas Ferreira (PL-MG), o deputado federal José Medeiros (PL-MT) e o deputado e senador eleito Alan Rick (União Brasil-AC). O youtuber Bruno Aiub, conhecido como Monark, foi outro que teve o perfil retido.

Ao tentar acessar os perfis, uma mensagem informa que a conta foi retida no Brasil em resposta a uma decisão judicial não especificada.

contas-retidas

Não há informação sobre quais processos solicitaram a suspensão dos perfis.

contas-retidas

Ao tentar acessar os perfis, a plataforma mostra a mensagem “Conta Retida” e “A conta foi retida no Brasil em resposta à demanda legal”.

patriotas twitter retido

Perfil de apoiadores do ex-presidente Bolsonaro foi retidoTwitter/Reprodução

contas-retidas

Os apoiadores defenderam os atos golpistas de 8/1

professora paula marisa twitter

Contas não estão mais disponíveis no BrasilTwitter/Reprodução

jose medeiros pl twitter

Senador eleito Jose MedeirosTwitter/Reprodução

Atos antidemocráticosAos gritos de “faxina geral” e ao som do Hino Nacional, bolsonaristas ocuparam a Esplanada dos Ministérios na tarde do último domingo, em protesto contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições 2022.

Por volta das 14h40, extremistas invadiram o Congresso Nacional sob uma chuva de bombas de gás lacrimogênio. Em seguida, conseguiram passar pelas barricadas da Polícia Militar do Distrito Federal e entrar no Palácio do Planalto, sede da Presidência da República.

Vidraças, cadeiras e mesas dos dois prédios públicos foram quebradas. Funcionários do Congresso Nacional que estavam de plantão foram ameaçados.

O último alvo dos manifestantes extremistas foi o Supremo Tribunal Federal (STF). O prédio do órgão do Judiciário foi invadido por volta das 15h45.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Comissão dos EUA diz que Moraes “censura” oposição ao governo Lula

Relatório de deputado pró-Trump diz que ministro do STF tenta “forçar” o X (ex-Twitter)...

Ato de Bolsonaro no Rio no dia 21 terá governadores e parlamentares: veja quem vai

Foto: Divulgação Jair e Michelle Bolsonaro 17 de abril de 2024 | 21:45 ...

Veja momento em que câmeras espiãs são encontradas em casa de deputada

Um vídeo mostra o momento em que as câmeras instaladas no apartamento alugado pela...

Campos Neto diz que mudança na meta afeta política monetária

“Quando tem problemas de credibilidade em algum dos lados, afeta o outro”, afirma em...

Mais para você