InícioEditorialPolítica Nacional"Sofrimento" palestino acabará se Hamas devolver reféns, diz Mendonça

“Sofrimento” palestino acabará se Hamas devolver reféns, diz Mendonça

O ministro do STF defendeu o “fim da guerra” durante a Marcha para Jesus nesta 5ª feira (30.mai), em São Paulo

“Hoje as relações diplomáticas se preservam por parte de Israel essencialmente por conta do povo de Deus no Brasil”, disse André Mendonça reprodução/Marcha para Jesus – 30.mai.2024

PODER360 31.mai.2024 (sexta-feira) – 0h08

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) André Mendonça defendeu a libertação dos reféns de Israel pelo grupo extremista Hamas para que o sofrimento palestino e o conflito acabem. A declaração foi dada nesta 5ª feira (30.mai.2024) durante a Marcha para Jesus, em São Paulo.

“Logicamente todos somos defensores da paz, queremos a paz e o fim da guerra. Queremos que esse momento de dor e sofrimento que alcança também o povo palestino acabe. Mas para isso o povo de Israel precisa da devolução dos reféns”, disse Mendonça.

Sete meses depois do ataque do Hamas a Israel, em 7 de outubro de 2023, permanecem em cativeiro em Gaza 121 reféns, segundo a agência internacional AFP. Do total, 112 foram libertados com vida e 19 corpos foram resgatados. As autoridades israelenses suspeitam que 37 cativos foram mortos.

Durante o discurso à Marcha, o ministro afirmou que este é o “momento de maior perseguição que o povo de Israel sofre” desde o holocausto, na Segunda Guerra, e que presenciou o sofrimento do povo israelense ao visitá-los neste ano, porque “infelizmente os terroristas perderam seu coração”.

Mendonça contou que, durante a viagem, ouviu de autoridades que Israel só não encerrou relações diplomáticas com o Brasil por causa do “amor pelo povo evangélico”. “Hoje as relações diplomáticas se preservam por parte de Israel, essencialmente por conta do povo de Deus no Brasil”.

Depois disso, o ministro disse que “o Brasil ainda precisa de muita presença de Deus e de muita transformação”. “Precisa introjetar os valores do reino de Deus. O que posso dizer é que a nossa caminhada exige foco, perseverança e determinação. Não é no nosso tempo, é no tempo de Deus”.

Mendonça foi indicado para o STF em 7 de junho de 2021 pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), de quem foi ministro da Justiça e Segurança Pública. Antes de revelar o indicado, ainda em 2019, Bolsonaro anunciou que escolheria alguém “terrivelmente evangélico”.

MARCHA PARA JESUS A 32ª edição da Marcha para Jesus reuniu milhares de cristãos na capital paulista. A programação começou às 10h na Estação da Luz. Depois, fiéis caminharam até o bairro de Santana, na Zona Norte da cidade.

Participaram do evento o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), e o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos). O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi convidado, mas não compareceu. Em vez disso, enviou como representante o advogado-geral da União, Jorge Messias, e escreveu uma carta a ser lida na Marcha.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Dólar volta a superar R$ 5,40 com incertezas fiscais no radar

Moeda norte-americana atingiu o maior patamar em 17 meses; chegou a R$ 5,43 na...

Dia dos Namorados: deputados param sessão para declarações de amor

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) foi palco de uma “sessão romântica”, nesta...

Na Justiça, Zé Felipe é acusado de abandonar ex-produtor após AVC

Zé Felipe e o pai, o cantor sertanejo Leonardo, estão sendo processados por um...

Mais para você