InícioNotíciasPolíticaUnião de PT e PL deve barrar taxação de compras de até...

União de PT e PL deve barrar taxação de compras de até US$ 50

Uma rara união entre o PL de Jair Bolsonaro e o PT de Lula deve barrar a tentativa de Arthur Lira (PP-AL) de aprovar na Câmara a volta do imposto de importação para compras internacionais de até 50 dólares.

Segundo líderes da Casa ouvidos pela coluna, PT e PL já avisaram que devem se posicionar de forma contrária à proposta, caso ela vá a votação no plenário nesta quarta-feira (22/5), como prometido por Lira.

Na avaliação de petistas e bolsonaristas, taxar compras internacionais de até 50 dólares seria uma medida impopular que não tem como ser aprovada em pleno ano de eleições municipais, quando muitos deputados serão candidatos.

Com os dois maiores partidos da Câmara votando contra a proposta — juntos, PT e PL somam 163 deputados federais —, a tendência é de que ela seja derrotada no plenário.

O fim da isenção da taxa de importação para compras de até 50 dólares tem sido visto como um gesto de Lira ao setor varejista brasileiro, que reclama estar enfrentando uma concorrência injusta com empresas estrangeiras.

O trecho que trata das compras internacionais foi incluído por aliados de Lira como um “jabuti” em um projeto que trata da criação do Programa Mobilidade Verde e Inovação (Mover).

Diante da dificuldade para votar a questão da taxação das compras, o vice-presidente e ministro da Indústria e Comércio, Geraldo Alckmin, sugeriu que o tema seja apreciado em um projeto separado, algo rechaçado por Lira.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Vila Don Patto Restaurante Português exalta os aromas e sabores da cozinha lusitana

Bacalhau protagoniza as elaborações preparadas pelo chef José Miranda Com uma classificação de 4,6 estrelas...

Entidades criticam decisão do BC de manter Selic a 10,5%

Copom votou em unanimidade para manter a taxa nesta 4ª feira (19.jun); só a...

STF: Gilmar pede vista e suspende julgamento de regras da previdência

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu vista e suspendeu o...

Mais para você