InícioNotíciasPolíticaAdvogado deixa defesa de Mauro Cid, ex-ajudante de ordem de Bolsonaro

Advogado deixa defesa de Mauro Cid, ex-ajudante de ordem de Bolsonaro

O advogado Bernardo Fenelon deixou a defesa do tenente-coronel Mauro Cid, o ex-ajudante de ordem de Jair Bolsonaro (PL), suspeito de participar de um esquema de desvio e venda de jóias recebidas de presente pela presidência durante viagens internacionais.

A desistência de Fenelon teria acontecido antes da operação da Polícia Federal (PF) na última sexta-feira (11/8), quando quatro mandados de busca foram cumpridos. Entre os alvos estavam Cid e seu pai, o general Lourena Cid.

É a segunda vez que um advogado deixa a defesa de Mauro Cid. Antes de Fenelon, o advogado Rodrigo Roca deixou o caso, logo após Mauro Cid ter sido preso, em maio deste ano.

Além dos Cid, a operação de sexta também teve como alvos o ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, tenente Osmar Crivelatti, e o advogado Frederick Wassef.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Delegado sobre morte de kalunga em pau-de-arara: “Culpa da vítima”

A Polícia Civil de Goiás concluiu o inquérito para investigar a morte da quilombola...

Polícia faz operação contra facção criminosa em comunidades do Rio; sete são mortos e dois PMs ficam feridos

A Polícia Militar e a Polícia Civil do Rio de Janeiro iniciaram nas primeiras...

Lula diz que lançará consignado para todos os trabalhadores

Em entrevista à “RedeTV!”, o presidente afirmou que mais de 40 milhões de pessoas...

Distrito Federal ultrapassa 100 mil casos de dengue em 2024

O Distrito Federal atingiu a marca de mais de 100 mil casos de dengue...

Mais para você