InícioNotíciasPolicialAmargosa: protocolo vai orientar professores sobre como lidar em atentados nas escolas

Amargosa: protocolo vai orientar professores sobre como lidar em atentados nas escolas

A prefeitura de Amargosa, na zona da mata baiana, informou que vai implantar nas escolas do município um protocolo interno a fim de orientar  os professores sobre como lidar com atentados, indicando saídas de emergência e rotas de fuga, por exemplo. A medida está dentro das ações previstas em decreto publicado na última quarta-feira (12), que institui a criação do “Comitê interinstitucional de avaliação, apoio e gerenciamento para a promoção da segurança escolar no município”. 

O decreto surge em virtude do registro de diversos casos de atentados violentos à creches e escolas no Brasil e no mundo nos últimos 15 dias. O objetivo é  investir em medidas para criar canais de expressão e acolhimento aos alunos, além de reforçar a segurança nas escolas e tranquilizar a população.

Devido ao decreto algumas medidas já começaram a ser adotadas como as rondas durante a abertura e fechamento dos portões das escolas; elaboração e encaminhamento de notas de recomendação para pais e gestores; e a criação de um canal direto de comunicação entre diretores escolares e a PM para o informe de denúncias.

Além disso, foi montado um calendário especial de palestras educativas que serão  ministradas por policiais civis e militares em parceria com a Guarda Civil em unidades escolares. O intuito é ampliar o diálogo e a conscientização nas escolas. O primeiro encontro com os alunos acontece já na próxima segunda-feira (17), nas escolas Almeida Sampaio (8h30 e 13h30), Professora Dinorah Lemos da Silva (10h30) e Monsenhor Antônio José de Almeida (15h30). 

Fazem parte do comitê o vice-prefeito, Getúlio Sampaio, que será o presidente do Comitê; a secretária municipal de Educação, Márcia Batista; o secretário municipal de Serviços Públicos, Obras e Planejamento, Naedson Borges Silva; o secretário municipal de Governo, Silas Lomanto; a coordenadora do Núcleo Escolar de Promoção e Vigilância à Saúde, Analy Marquardt; a procuradora jurídica municipal, Suzana Andrade; o delegado de Polícia Civil, Marcos Maia; o comandante da 99ª Companhia Independente da Polícia Militar da Bahia, Elismar Silva de Jesus e o Comandante da Guarda Civil Municipal, Ricardo Silva.

“O comitê é uma medida preventiva. Com ele pretendemos minimizar ou coibir situações violentas que possam vir a acontecer em nossas escolas. Junto com as Polícias Civil e Militar e a Guarda Municipal, traçamos metas para garantir mais segurança e tranquilidade à população”, afirmou o vice-prefeito e presidente do Comitê, Getúlio Sampaio.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Em despedida do TSE, Moraes diz que atuou contra o “populismo digital”

Sem citar nomes, ministro afirmou que a Corte não se “acovardou” mesmo com críticas...

“70% de certeza”, diz ex-affair sobre possível paternidade de Buda

Nina Capelly, prima de MC Binn, descobriu recentemente que está esperando um bebê. A...

Irmã de Gisele Bündchen decidirá sobre socorro do governo Lula ao RS

Instagram/Reprodução 1 de 1 Gisele Bündchen posa de look marrom e cabelos soltos para...

Mais para você