InícioNotíciasPolíticaBanco do Brasil cancela patrocínio à Agrishow após polêmica

Banco do Brasil cancela patrocínio à Agrishow após polêmica

O governo federal anunciou, nesta sexta-feira (28/4), que o Banco do Brasil cancelou seu patrocínio à Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, a Agrishow, evento do setor do agronegócio que confirmou a presença do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). A informação foi confirmada ao Metrópoles por fontes do governo.

Mais cedo, o ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, usou suas redes para falar sobre o patrocínio.

“Se a Agrishow não quer o governo federal no evento, não sei se o Banco do Brasil e o governo federal deveriam continuar patrocinando o evento”, escreveu França.

***Jair Bolsonaro na Agrishow

O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou da abertura da Agrishow, na última segunda-feira (25/4).Isac Nóbrega/PR

Agrishow_compressed_compressed

Agrishow

***João Doria na Agrishow

Pré-candidato ao Planalto, João Doria visitou a Agrishow, em Ribeirão Preto (SP)Divulgação

A feira começa em 1º de maio, em Ribeirão Preto (SP). A previsão da ida do candidato derrotado nas últimas eleições presidenciais levou a organização do evento a alertar o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, sobre um provável mal-estar.

A Agrishow tem o governo federal e o Banco do Brasil como os dois principais patrocinadores. Fávaro pretendia utilizar o evento para o lançamento oficial de uma linha de financiamento em dólar para o agronegócio, que será operada pelo BNDES, e para anunciar mais recursos para o Plano Safra deste ano.

Bolsonaro deve ir ao evento acompanhando o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), seu aliado político.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Mobilização indígena em Brasília vai pressionar contra o marco temporal

Acampamento Terra Livre deve durar 5 dias e organização espera reunir mais de 6...

Monitor da USP diz que ato de Bolsonaro em Copacabana reuniu 32,7 mil pessoas

Foto: Saulo Angelo/Thenews2/Folhapress Ato de Bolsonaro no Rio de Janeiro 21 de abril de...

Destruição da Amazônia reduz etnia Akuntsu a apenas 3 mulheres

A pressão ao longo de décadas de colonizadores e desmatadores reduziu uma das pouco...

Fiscalização da Lei Seca flagra ‘fadas’ cobrando para ajudar motoristas na blitz

A fiscalização da Lei Seca no Rio de Janeiro flagrou motoristas que cobram dinheiro...

Mais para você