InícioEditorialPolítica NacionalBraga Netto é exonerado do Ministério da Defesa para concorrer nas eleições

Braga Netto é exonerado do Ministério da Defesa para concorrer nas eleições

O general Walter Souza Braga Netto foi exonerado do cargo de ministro da Defesa nesta quinta-feira, 31. Ele é cotado para ser candidato a vice-presidente de Jair Bolsonaro (PL) nas eleições de outubro. A exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. O comandante do Exército, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, assume o comando da Defesa. Em seu lugar, entra o general Freire Gomes. Já Braga Netto foi nomeado como assessor especial do gabinete pessoal de Bolsonaro. A legislação eleitoral determina a saída de ministros seis meses antes do pleito. Servidores efetivos e comissionados, como é agora o caso do general, têm mais prazo e podem deixar o governo apenas três meses antes das eleições.

Além de Braga Netto, também foram exonerados outros nove ministros: Flávia Carolina Péres, da Secretaria de Governo da Presidência da República, Tereza Cristina, do Ministério da Agricultura, João Roma, da Cidadania, Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia, Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, Tarsício Gomes de Freitas, da Infraestrutura, Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos, Onyx Lorenzoni, do Ministério do Trabalho e Previdência, e Gilson Machado, do Turismo.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Vaccari, ex-tesoureiro do PT, volta a influir na Petrobras

Preso pela Lava Jato e solto em 2019, João Vaccari Neto está trabalhando nas...

Matteus após exposição de fraude: “Pessoas com maldade quiseram fazer”

O ex-BBB Matteus Amaral voltou a falar sobre a acusação de fraude no sistema...

Adolescente morre esfaqueado por segurança de condomínio em Guarulhos

São Paulo — Um adolescente de 17 anos foi morto esfaqueado pelo segurança de...

Mais para você