InícioNotíciasEmpregoCarreira em ‘Y’ pode ser motivação para colaborador

Carreira em ‘Y’ pode ser motivação para colaborador

A carreira em ‘Y’ é um modelo de desenvolvimento profissional que oferece aos funcionários a oportunidade de avançar tanto em uma trilha de especialização técnica, quanto de gestão ou liderança. Grandes empresas têm adotado o modelo como uma alternativa de motivar os colaboradores, além da tradicional oferta de multibenefícios.

De acordo com informações da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), a motivação é um dos principais impulsionadores do desempenho e do sucesso organizacional. Na prática, significa que profissionais motivados são, comprovadamente, mais produtivos e eficientes na realização das tarefas. 

No entanto, motivar a equipe não é um trabalho tão simples. Cada pessoa pode reagir diferente a um tipo de incentivo, e as empresas estão atentas a isso. Por isso, tem sido cada vez mais comum a oferta de benefícios flexíveis, que permitem a cada colaborador decidir a melhor maneira de usar os recursos.

Fatores como cultura organizacional, ambiente de trabalho, reconhecimento e equilíbrio entre vida pessoal e profissional também desempenham um papel importante na motivação dos colaboradores. Por isso, líderes e gestores devem estar atentos às necessidades e preferências individuais de cada membro da equipe. A ABRH recomenda a aplicação de pesquisas internas para conhecer o perfil e os interesses dos colaboradores.

As oportunidades de desenvolvimento e crescimento profissional também são capazes de motivar os funcionários. De acordo com a Lee Hecht Harrison – multinacional especializada em soluções de Recursos Humanos – grandes empresas dos setores de saúde, tecnologia e engenharia têm apostado na carreira em ‘Y’ como uma alternativa inovadora para esse processo.

O modelo é indicado para organizações que valorizam a diversidade de habilidades e perspectivas entre os funcionários, reconhecendo que nem todos os profissionais desejam ou têm aptidão para assumir cargos de chefia.

Como funciona a carreira em ‘Y’

A carreira em ‘Y’ é um modelo que permite aos funcionários da empresa escolherem entre aprofundar os conhecimentos e as habilidades em uma área técnica específica ou seguir uma trajetória profissional voltada para cargos de liderança e gestão, onde podem influenciar estratégias e tomar decisões. 

Qualquer pessoa que deseja uma abordagem flexível e adaptável ao desenvolvimento profissional pode optar pela carreira em ‘Y’, independentemente da profissão escolhida. Aqueles que escolhem desenvolver as habilidades técnicas devem aprofundar os conhecimentos sobre ferramentas e tecnologias da área. 

Já o desenvolvimento de habilidades interpessoais, como comunicação, tomada de decisão, resolução de problemas e habilidades de liderança será o caminho para aqueles que desejam ser futuros gerentes, coordenadores, gestores e líderes. 

Enquanto o especialista técnico procura oportunidades para aplicar e aprimorar suas habilidades em projetos relevantes e desafiadores, o futuro líder terá oportunidades para liderar equipes, assumir responsabilidades de supervisão e desenvolver as competências necessárias para a resolução de conflitos.

Embora os caminhos sejam diferentes, ambos os profissionais podem buscar sucesso e realização em suas carreiras, desde que tenham foco, estejam dispostos a aprender e se desenvolver continuamente. As remunerações para ambas as áreas são compatíveis.

Por que a carreira em ‘Y’ pode ser motivadora?

A carreira em ‘Y’ oferece flexibilidade, valoriza diferentes tipos de habilidades e proporciona oportunidades de crescimento e desenvolvimento, o que contribui para um clima organizacional mais satisfatório e envolvente.

A possibilidade de escolher entre as trilhas técnica ou de gestão permite que os funcionários alinhem sua carreira com suas paixões e habilidades. A liberdade de escolha pode aumentar a satisfação no trabalho, fazendo com que cada um sinta que tem controle sobre o seu desenvolvimento.

Em muitas organizações, a progressão na carreira, tradicionalmente, implica ascender a um cargo de gestão. No entanto, a carreira em ‘Y’ reconhece que a excelência técnica é tão valiosa quanto a liderança e oferece oportunidades contínuas de crescimento.

Como decidir qual caminho seguir?

Avaliar habilidades, interesses e pontos fortes é tão importante para o colaborador que está trilhando uma carreira em “Y”, quanto para o gestor que vai desenvolvê-lo. O profissional deve se perguntar se é motivado pela profundidade de conhecimento ou se tem um desejo natural de liderar e influenciar pessoas.

Também vale pensar nas habilidades que gostaria de aprimorar. Se o foco é resolver problemas complexos e desenvolver soluções técnicas inovadoras ou ter no dia a dia de trabalho desafios como gestão de pessoas, comunicação e estratégia.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Mais para você