InícioEditorialPolítica NacionalCPMI aprova reconvocação de Mauro Cid e quebra dos sigilos de Carla...

CPMI aprova reconvocação de Mauro Cid e quebra dos sigilos de Carla Zambelli

Ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro já esteve na CPMI em 11 de julho, quando permaneceu em silêncio

VINÍCIUS NUNES/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO

Deputada é acusada de contratar hacker para invadir sistemas e de incentivar atos antidemocráticos

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do 8 de Janeiro aprovou 47 requerimentos de convocação, informações e quebra de sigilos nesta quinta-feira, 24. Entre os documentos aprovados estão a quebra dos sigilos da deputada federal Carla Zambelli (PL-SP), do hacker Walter Delgatti Neto e uma nova convocação do tenente-coronel Mauro Cid. O ex-ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) já compareceu à CPMI no dia 11 de julho, mas ficou em silêncio com autorização do STF (Supremo Tribunal Federal). Nesta quinta-feira, convocado à CPI da Câmara Legislativa do Distrito Federal, ele também informou que não vai falar. Os integrantes governistas da comissão do Congresso esperam que Cid contribua na próxima convocação e responda os questionamentos sobre as mensagens entre oficiais e reservistas do Exército encontradas em seu celular pela Polícia Federal. Os agentes também encontraram no aparelho a chamada ‘minuta do golpe’, um decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) que teria sido preparado pelo governo na época.

Após a votação em bloco de 57 requerimentos, as quebras de sigilos de Carla Zambelli e de Walter Delgatti foram aprovadas. O hacker afirma ter recebido R$ 40 mil da deputada para inserir dados e documentos falsos no sistema de tecnologia do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), dias antes do 8 de janeiro. A deputada nega ter feito a transferência. A convocação de Zambelli foi um pedido da relatora, a senadora Eliziane Gama (PSD-MA), que também pautou o acesso aos dados do irmão da parlamentar, o deputado estadual Bruno Zambelli (PL-SP) e do marido dela, Antonio de Oliveira. Existe ainda a possibilidade de Zambelli ser convocada a depor, mas a relatora quer analisar os documentos antes de definir sobre pedido de convocação da deputada.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

“Tudo bem corintiano bater em mulher, Lula?”, diz Ciro Nogueira

Senador afirma ser “inaceitável” fala do presidente “perdoando” violência doméstica praticada por torcedores do...

Sem furar bolha da esquerda, Boulos anuncia 8º partido em coligação

São Paulo – Polarizando com o prefeito Ricardo Nunes (MDB) nestas eleições, o deputado...

Erik Cardoso busca medalha olímpica após quebrar recorde de 35 anos

Principal velocista do Brasil na atualidade, Erik Cardoso é uma das grandes promessas...

Presidente do Conselho da Vale reafirma “lisura” na escolha de novo CEO

Daniel Stieler disse que o cronograma está sendo seguido “rigorosamente”, mas ainda não há...

Mais para você